Resumo Trabalho

GLAUCIA SANTANA SILVA PADILHA, HERCILIA MARIA DE MOURA VITURIANO

O presente estudo objetiva analisar a importância da construção da identidade negra da criança, no contexto da educação infantil e o papel do professor nesse processo, compreendendo o que de fato é importante a criança ter acesso em sala de aula. Assim, questões importantes devem ser priorizadas nas discussões nacionais: a prática docente na educação infantil e a questão étnico racial, no caso mais específico da identidade negra nessa etapa da educação básica, por entender-se que há grandes desafios a serem enfrentados no campo curricular da educação infantil. Parte da seguinte questão norteadora: Como e em que medida a questão da identidade negra pode e deve ser tematizada em sala de aula no contexto da educação infantil? O percurso teórico metodológico constituiu-se a partir da pesquisa qualitativa baseada nos pressupostos da pesquisa de campo. Partiu da revisão de literatura com base em estudos da área de educação infantil e da identidade negra destacando: os documentos legais da área de Educação Infantil como o Referencial Curricular Nacional (RCNEI) e Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNEI) e, ainda, nos estudos de autores que analisam a criança como um sujeito fruto da história e da cultura e na construção da identidade, como sendo um processo que é estabelecido nas relações sociais entre os sujeitos. A pesquisa de campo desenvolveu-se em uma escola da rede municipal de São Luís tendo como sujeito uma professora da educação infantil da referida escola. A entrevista e observação foram utilizados como instrumentos para coleta de dados. Os resultados apontam para a importância de abordar a questão da identidade negra desde a educação infantil, por ser a primeira etapa da educação básica, na qual a criança está em processo de desenvolvimento e construção das bases de sua identidade e valores fundamentais, que servirão de fundamentos para sua vida adulta.

Veja o artigo completo: PDF