Resumo Trabalho

LINDINALVA VICENTE DE ALMEIDA SANTOS, MARIA DO SOCORRO DE CARVALHO, ANDREIA BARROS DA SILVA

Os jogos, brinquedos e brincadeiras são inerentes a construção do saber dos sujeitos do universo infantil, sendo assim, este trabalho de pesquisa reflete sobre as estratégias de ensino, analisando as principais questões que contribui com o desenvolvimento das crianças como sujeito de aprendizagem, desde o espaço escolar, a organização e seleção de atividades sobre jogos e brincadeiras desenvolvidas na escola. Diante do estudo bibliográfico realizado, percebeu-se que as atividades planejadas e executadas em sala de aula envolvendo atividades lúdicas a partir do jogo e da brincadeira, na maioria das vezes, são consideradas como passatempo e não como direito da criança considerando o processo de aprendizagem e desenvolvimento da criança. Para tanto, foi adotado nesta pesquisa, referenciais teóricos e práticos que revelam a importância de brincadeiras e jogos como direito constitucional e de cidadania na construção das faculdades humanas da criança, tais como: atenção, pensamento, memória, criatividade, linguagem, personalidade e domínio de vontade e respeito coletivo e afetivo. Portanto, concluiu-se que através da reflexão docente e da seleção adequada das estratégias de ensino por meio das atividades lúdicas, a criança comunica-se consigo mesma e com o mundo onde está inserida, aprende a respeitar o outro, obedecer a comandos, estabelecer relações sociais, construir conhecimentos, desenvolvendo-se como sujeito da aprendizagem significativa.

Veja o artigo completo: PDF