Resumo Trabalho

FRANCISCO TENÓRIO DA SILVA, ANDRÉA GIORDANNA ARAUJO DA SILVA

O trabalho caracteriza-se por apresentar o potencial pedagógico dos livros paradidáticos que apresentam temáticas e conteúdos relacionados à História da África e dos Negros no Brasil. O estudo foi realizado na biblioteca da Escola Municipal Maria Carmelita Cardoso Gama – CAIC/ UFAL, no período de 10 meses, de setembro de 2016 a julho de 2017, e faz parte das ações desenvolvidas no Projeto de Extensão “Ensino de História da África e História dos Negros nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental: Conteúdos e Possibilidades de Usos dos Recursos Didáticos e Paradidáticos”. O estudo empírico foi desenvolvido por meio de trabalho de campo, quando foram realizados o mapeamento e a catalogação dos livros paradidáticos disponíveis na escola relacionados à temática do projeto. Também foram realizadas observações da estrutura física da escola e a análise dos documentos oficiais da escola, como os registros de recebimento dos livros oriundos do Ministério da Educação. O trabalho teve por como objetivo refletir sobre as formas de uso dos livros paradidáticos com temáticas relacionadas à História da África e dos Negros no Brasil e estimular à produção de planos de aula com a temática do Projeto. Adotamos como aporte teórico para a análise dos livros paradidáticos, os escritos de Bittencourt (2011), que faz uma análise sobre concepção dos livros didáticos e paradidáticos em História, de Serrano e Waldman (2008), que apresentam a histórias e culturas africanas considerando a perspectivas dos próprios africanos sobre suas histórias e produções culturais como a arte e a religião, e Freire (1989), cuja obra trata da importância da leitura para ampliação da visão de mundo dos sujeitos sócio-históricos.

Veja o artigo completo: PDF