Resumo Trabalho

"MEU PRAZER AGORA É RISCO DE VIDA" OU COMO A MÍDIA TRANSFORMA GAYS EM MONSTROS

FABIO RONALDO DA SILVA, MARTINHO TOTA FILHO ROCHA DE ARAÚJO

O aparecimento do HIV/Aids não significou apenas o surgimento de uma epidemia global, mas também a criação de sujeitos “abjetos”, “monstruosos”, em virtude de suas condutas sexuais. A mídia (jornais, revistas, programas televisivos, etc.) nesse sentido em muito contribuiu com esse processo. É este o tema da presente comunicação, que gira em torno da problemática triangular envolvendo Aids, homossexuais e os meios de comunicação no Brasil.

Veja o artigo completo: PDF