Resumo Trabalho

ENTRE MARIAS, GENIS E FABÍOLAS: MANUTENÇÕES E POSSIBILIDADES EMANCIPATÓRIAS NO IMAGINÁRIO FEMININO.

ALEKSANDRA STAMBOWISKY DE CARVALHO

A manutenção dos discursos de ódio e a controle social sobre o corpo feminino na sociedade contemporânea foram os fomentadores para elaboração desse trabalho que tem como objetivo refletir acerca de possíveis relações dialógicas (BAKHTIN, 2003, 2009) e discursivas no imaginário (ORLANDI, 1994) feminino encarnado, nessa proposta, em Fabíola Barros, Maria de Magdala, Pombagira e Geni. Nossa proposta é de um entramar histórico (FILÉ, 2015) em busca de pistas que permitam identificar manutenções de violência, material e/ou simbólica, no tocante a esses imaginários,a relevância da uma análise sócio-histórica das mesmas, bem como possíveis caminhos emancipatórios “refletidos” e “refratados” (BAKHTIN, 2009) nessas personagens. Palavras-chave: gênero, discurso, dialogismo.

Veja o artigo completo: PDF