Resumo Trabalho

EDUCAÇÃO SEXUAL: UM DILEMA

GLÊNIO RODRIGUES RIBEIRO NETO, WESLEY HERICLES ALMEIDA LOPES, ELANE SOUSA DA SILVA, ERICA SORAIA MAIA DE LIMA

A função social da escola vem se modificando de acordo com a evolução da sociedade, nos dias atuais a escola deve ter a consciência de que a formação do indivíduo deve ser tanto profissional como crítica, sendo assim o âmbito educacional torna-se um lugar de interação entre alunado e profissionais da educação. Assim o presente trabalho consiste em uma pesquisa relacionada a sexualidade no âmbito educacional, uma vez que a temática em questão ainda é tratada por boa parte da sociedade como um tabu quando nos referimos a falar com adolescentes ou crianças, mas todos esquecem que quanto mais informações acerca do assunto mais bem informado estará o adolescente, pois é esse público que mais sofre com essa falta de informação. Sendo assim, nossas inquietações visam saber qual o efeito causado pelas mais diversas formas de interferência do preconceito social, perante as questões da sexualidade na escola, demostrando com nossas pesquisas, que à abordagem da temática em questão é de suma importância para o desenvolvimento do alunado quanto cidadão crítico. Para isso, usamos uma fundamentação teórica que aborda as questões sobre a sexualidade na escola, sendo isso realizado a partir das teorias presentes nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) Brasil (1997), a teoria de Freire (1987 e 2002), as relações existentes em sala de aula, Foucault, (1999), entre outros. Com isso as contribuições que queremos deixar para os nossos leitores é que a base para que a escola se torna um lugar em que aluno aprenda desde matemática até sexualidade é o diálogo, uma vez que essa ferramenta acarretará respeito por ambas as partes aluno/professor.

Veja o artigo completo: PDF