Resumo Trabalho

ESTEREOTIPAÇÃO DA MULHER NA CRÔNICA: DOIDAS E SANTAS, DE MARTHA MEDEIROS

VANESSA OHANNA FERREIRA BRANDÃO

O artigo vem abordar questões como os estereótipos femininos na crônica “Doidas e Santas”, da escritora Martha Medeiros. Deseja-se compreender a constituição dos mesmos em nossa sociedade, e formas de evitá-los. Como pressupostos teóricos utilizados para a discussão desse tema, temos MARTINEZ (2016), PEDRO (2006), MEDEIROS (2008), SCHMIDT (2006), entre outros. Então, problematizando as práticas e representações de gênero dentro dos estudos literários. Como metodologia adotada, realizamos um estudo analítico da crônica “Doidas e Santas”, do livro Doidas e Santas (2008), de Martha Medeiros. E a literatura e os estudos culturais vêm nos permitir discutir questões como essa. Em que independente da condição sócio econômico que a mulher possui, e o contexto cultural que está inserido, ela dialoga com as mesmas perspectivas de pensamento, lutando em busca dos mesmos ideais, pois passam pelas mesmas problemáticas do universo feminino. Portanto, concluímos que assim como a autora Martha Medeiros, e vem-se através dessa crônica realizar uma “desconstrução” dos estereótipos, ressaltando e valorizando a mulher, tão importante dentro e fora dos livros.

Veja o artigo completo: PDF