Resumo Trabalho

O PROBLEMA DO PATRIARCADO E A MANUTENÇÃO DA CULTURA DO ESTUPRO

Autor(es): LISSA FURTADO VIANA, EMANNUELLY CABRAL DE FIGUEIREDO, RAÍSSA FEITOSA SOARES, OTÁVIO EVANGELISTA CRUZ e orientado por DJAMIRO FERREIRA ACIPRESTE SOBRINHO

Apesar das alarmantes estatísticas brasileiras acerca das mais variadas formas de violência contra a mulher, o lugar-comum de culpabilizar as vítimas de violência sexual, bem como a persistente objetificação da imagem feminina nos diferentes extratos sociais, continua a gerar consequências funestas para a sociedade como um todo. Abordando o problema do patriarcado, busca-se, evidenciar os prejuízos do institucionalizado domínio masculino para a manutenção de uma cultura de objetificação do corpo feminino, ainda postulado como mero depósito de desejos e fantasias. Através da revisão das bibliografias pertinentes, a exemplo dos textos de Gerda Lerner, Susan Faludi e Simone de Beauvoir - Sobretudo “O Segundo Sexo”-, em pesquisa calcada no método indutivo, a abordagem permitirá que se observem os desdobramentos da chamada “cultura de estupro” não apenas em relação à mulher, mas também acerca do que se deve alterar quanto ao homem e ao patriarcado vigente para a efetivação dos Direitos Humanos em sua integralidade.

Veja o artigo completo: PDF