Resumo Trabalho

LIVRES E CONTROLADOS: CORPOS, GÊNEROS E VIOLÊNCIAS

GABRIEL SANTOS, GABRIEL SAMPAIO DUARTE, FRANCISCO DIEMERSON DE SOUSA PEREIRA

A produção deste artigo parte de um olhar que possibilite discutir o que é sexualidade, diferenciando a discussão de gênero da de orientação sexual. Do mesmo modo, propomos visualizar quais referenciais teóricos discutem a questão das diferentes sexualidades, fora dos padrões normativos modelares, na rotina escolar. Buscando entender como hoje se encontra a questão da homossexualidade na sala de aula e nos espaços escolares, quais discursos estão sendo difundidos e como se tem dado este confronto com a heteronormatividade modelar, quais são as rotas de fuga, quais são os mecanismos de apresentação e de defesa adotada pelos homossexuais face às crescentes violências e preconceitos existentes na sociedade. Estes entendimentos permitem analisar como se dá a manutenção de um modelo escolar (e social) onde as liberdades e a própria manifestação singular são disciplinadas e controladas e como as violências se tornam costumeiras e alimentadas por uma tênue rede de preconceitos permanentemente alimentados pelas lógicas modelares excludentes.

Veja o artigo completo: PDF