Resumo Trabalho

AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DO GÊNERO MASCULINO: SUA FORMAÇÃO E ATUAÇÃO ENQUANTO SECRETÁRIO EXECUTIVO.

IVONE DE OLIVEIRA LIMA, LINA MARCIA DE CARVALHO DA SILVA PINTO PIOVEZAN, DEJENANA KEILA OLIVEIRA CAMPOS, PRISCILLA DE SOUZA SILVA

O artigo apresentado é resultado de uma pesquisa que está sendo desenvolvida, visando apreender as representações sociais do gênero masculino discente do IFMT- Campus Cuiabá, sua formação, atuação enquanto secretário executivo e alicerçada pela Teoria das Representações Sociais. O escriba foi o profissional com a função de secretário que teve um papel destacado há mais de 2.500 anos no antigo Egito. A mulher passa a atuar como secretária, na Europa e nos Estados Unidos somente a partir das Duas Guerras Mundiais no século XIX e início o século XX. Culturalmente o homem é reconhecido de forma inata como o indivíduo que detém o poder hierárquico dentro da organização e de dominador dentro do seu seio familiar. A visão sexista prejudica então a evolução do pensamento de que o homem pode e possui a capacidade de facilmente exercer a função de secretário, assim como em outras profissões que não seja integralmente de chefia. Os participantes deste estudo são os discentes do Curso Bacharel em Secretariado Executivo do IFMT - Campus Cuiabá. O procedimento metodológico adotado é o de natureza qualitativa com o uso de questionário biosociodemográfico, técnica de associação livre de palavras (TALP), questionário com perguntas abertas e fechadas e entrevistas. Acredita-se que as transformações no campo do trabalho não foram diretamente acompanhadas por uma mudança da visão social do secretariado executivo. É necessário, portanto, dados que subsidiem ações efetivas de transformação social. A pesquisa está na fase da coleta dos dados.

Veja o artigo completo: PDF