Resumo Trabalho

GÊNERO E SEXUALIDADE: QUEM ENSINA? PORQUE APRENDER?

EDMILSON CARDOSO DA SILVA, GUTTYNAIDE FIRMINO NUNES , RAYANNE KETCHULLY DE ARAÚJO LIMA

Não é novidade que a sociedade impõe ou tenta impor “normas e padrões” de comportamentos a serem seguidos pelos indivíduos, isso pode variar de acordo com a cultura de cada sociedade. Igualmente no que diz respeito ao comportamento de meninos e meninas. Ambos têm seu papel “determinado” pelas instituições sociais (família, igreja, escola) desde seu nascimento, os familiares e a sociedade esperam que a criança haja de acordo com o comportamento do seu sexo. O tempo todo homens e mulheres encontram na sociedade os “padrões” que devem seguir. Sendo a escola uma instituição que, de certo modo tem grande contribuição na formação comportamental do individuo que a freqüenta, surgem algumas perguntas: Como a escola encara essa questão? Qual a importância de trabalhar essa temática no âmbito escolar? Quem vai ensinar? Nesse trabalho iremos fazer uma breve reflexão no que diz respeito à inserção da temática "Gênero e sexualidade" nos currículos escolares, essa é uma questão que está em discussão, onde é questionada qual a sua importância. Para a construção desse artigo usamos pesquisas em livro didático referente ao ensino médio, há também consultas as PCN’s bem como o relato de experiência de alunos bolsistas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid). Concluímos mostrando a importância de inserir o tema na escola, bem como o relato de uma experiência na demonstrando como é importante proporcionar aos alunos a compreensão de como os papéis sociais que eles apresentam são socialmente construídos e reproduzidos na sociedade.

Veja o artigo completo: PDF