Resumo Trabalho

A REAFIRMAÇÃO DA MASCULINIDADE DURANTE O REGIME MILITAR NO BRASIL - 1960-80

Autor(es): RAFAEL GONÇALVES DE ARAÚJO e orientado por JOSINETE LOPES DE SOUZA

A ideia desse texto é a partir de uma perspectiva de gênero, permear a lógica de que o regime militar no Brasil em 1964 é uma reafirmação da masculinidade como resposta ao processo de feminização da sociedade que ocorre na virada dos séculos XIX para XX, e decorrer do XX, ressaltando a necessidade de que esse governo dirigido pelos militares tinham o intuito de intensificar os padrões heteronormativos e heterossexistas. Com isso, iremos utilizar de uma revisão bibliográfica e abordar as questões referentes a masculinidade tentando compreende-la como uma formação ideológica e cultural, associando sempre, com o perfil do “ser homem” que era projetado nos líderes do governo militar no Brasil. Para finalizar, iremos tratar dos aspectos sociais que caracterizam uma espécie de “feminização da sociedade”, da necessidade do homem em reafirmar e exaltar sua masculinidade, além da face moralizadora dos militares diante outras expressões da sexualidade além da heterossexual.

Veja o artigo completo: PDF