Resumo Trabalho

ESCALAS DE AVALIAÇÃO DA SAÚDE MENTAL DE IDOSOS

RAISSA MAYARA DA SILVA DANTAS, REBECA DE SOUSA COSTA DA SILVA e orientado por RENATA CLEMENTE DOS SANTOS

OBJETIVOS: IDENTIFICAR AS PRINCIPAIS ESCALAS USADAS PARA AVALIAÇÃO MENTAL DA PESSOA IDOSA COM BASE NA LITERATURA. MATERIAIS E MÉTODOS: CONSTITUIU-SE EM REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA, DESENVOLVIDA NO PERÍODO DE ABRIL E MAIO DE 2019, POR PESQUISADORES, ATRAVÉS DE LEITURA DE ARTIGOS CIENTÍFICOS NAS BASES DE DADOS LILACS E MEDLINE. OS DESCRITORES UTILIZADOS FORAM “IDOSO” “SAÚDE MENTAL” E “ESCALAS DE GRADUAÇÃO PSIQUIÁTRICA”. INICIALMENTE FORAM ENCONTRADOS 65 MANUSCRITOS, APÓS OS FILTROS: TEXTO COMPLETO (DISPONÍVEL); IDIOMA (PORTUGUÊS), PERMANECERAM 18 MANUSCRITOS, FOI NECESSÁRIA À LEITURA DE TÍTULOS E RESUMOS PARA EXCLUIR AQUELES QUE NÃO ATENDIAM A QUESTÃO NORTEADORA DO ESTUDO, E AO FINAL FORAM ESCOLHIDOS 8 PARA A COMPOSIÇÃO DA AMOSTRA. RESULTADOS: OS ESTUDOS FORAM SELECIONADOS ENTRE OS ANOS DE 2000 E 2018, A MAIORIA COM ENFOQUE QUANTITATIVO, AS ESCALAS ENONTRADAS MAIS UTILIZADAS FORAM: ESCALA HOSPITALAR DE ANSIEDADE E DEPRESSÃO; MINI ESCALA EXAME MENTAL; ESCALA DE HOEHN E YAHR; ESCALA DE DEPRESSÃO GERIÁTRICA E TILBURG FRAILTY INDICATOR (TFI). CONSIDERAÇÕES FINAIS: A MEEM FOI A MAIS UTILIZADA POR SER UMA ESCALA UTIL E CONFIAVEL, PARA A AVALIAÇÃO COGNITIVA DO IDOSO. ADEMAIS, OS DEMAIS ESTUDOS TAMBEM TIVERAM ESCALAS RELEVANTES PARA O ESTUDO, COMO A ESCALA DE DEPRESSÃO GERIATRICA, QUE É CONFIAVEL PARA AVALIAR TRANSTRORNOS DEPRESSIVOS.

Veja o artigo completo: PDF