Resumo Trabalho

CUIDADO DE ENFERMAGEM AO IDOSO COM LESÃO POR PRESSÃO: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

LUCAS BARRETO PIRES SANTOS, JACQUELANE SILVA SANTOS, JARDELIANE MOAMA DOS SANTOS DOMINGOS, JANISLEI SOARES DANTAS e orientado por MARIA ELIANE MOREIRA FREIRE

A PELE É UM ÓRGÃO QUE DESEMPENHA FUNÇÕES SENSORIAIS E DE DEFESA CONTRA AGRESSÕES FÍSICAS, QUÍMICAS E BIOLÓGICAS. COM O DECORRER DO TEMPO, A PELE SOFRE MODIFICAÇÕES E NA VELHICE, POR APRESENTAR MENOR TUGOR, ELASTICIDADE, MENOS HIDRATADA E POUCO OLEOSA, TORNA-SE VULNERÁVEL PARA O APARECIMENTO DE LESÃO POR PRESSÃO, PRINCIPALMENTE QUANDO A PESSOA IDOSA É CONTIDA NO LEITO OU ESTÁ LIMITADO A MOVIMENTOS. ASSIM, A PELE DO IDOSO NECESSITA DE CUIDADOS DIFERENCIADOS, PARTICULARMENTE POR PARTE DA ENFERMAGEM. O OBJETIVO DO ESTUDO FOI VERIFICAR O ESTADO DA ARTE ACERCA DOS CUIDADOS DE ENFERMAGEM AO IDOSO COM LESÃO POR PRESSÃO. TRATA-SE DE UMA REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA, REALIZADA A PARTIR DE BUSCA DE PRODUÇÃO CIENTÍFICA DIVULGADA ONLINE EM BASE DE DADOS INDEXADOS, NO PERÍODO DE MARÇO A MAIO DE 2019, REPRESENTADA POR ARTIGOS ACESSÍVEIS NA ÍNTEGRA E PUBLICADOS NO PERÍODO DE 2014 A 2018. COMO RESULTADO TEMOS QUE AS MODIFICAÇÕES FISIOLÓGICAS DA PELE E FATORES EXTRÍNSECOS, COMO HÁBITOS NÃO SAUDÁVEIS E DOENÇAS PREEXISTENTES SÃO PERCUSSORES DE LESÕES DE PELE, A EXEMPLO DE LESÃO POR PRESSÃO. A PREVENÇÃO ÀS ESSAS LESÕES OU CUIDADOS ESPECÍFICOS CAPAZES DE MINIMIZAR AS COMPLICAÇÕES DE LESÕES EXISTENTES DEVEM ESTAR INSERIDAS NO PLANEJAMENTO DA ASSISTÊNCIA DO PROFISSIONAL DE ENFERMAGEM. CONCLUI-SE QUE O MANEJO DE LESÕES POR PRESSÃO DIRECIONADO AO IDOSO DEMANDA DA EQUIPE DE ENFERMAGEM CONHECIMENTO TÉCNICO-CIENTÍFICO, SABER ÉTICO E RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL. ESPERA-SE COM ESTE ESTUDO INSTIGAR ATUALIZAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE, NO TOCANTE À ABORDAGEM DE LESÕES POR PRESSÃO EM PESSOAS IDOSAS.

Veja o artigo completo: PDF