Resumo Trabalho

AVALIAÇÃO DA OCORRÊNCIA DE DIABETES MELLITUS AUTORREFERIDA POR IDOSOS

ARTHUR ALEXANDRINO, TAINÁ OLIVEIRA DE ARAÚJO, ANDRIO LINCOLN DELGADO ZUZA, DJAINE SILVA DE ARAUJO e orientado por MATHEUS FIGUEIREDO NOGUEIRA

O ENVELHECIMENTO POPULACIONAL OCORRE EM ESCALA GLOBAL SE ACENTUANDO NAS ÚLTIMAS DÉCADAS, SOBRETUDO EM PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO, COMO É O CASO DO BRASIL. PARALELAMENTE A ESSE CENÁRIO DE AUMENTO DA POPULAÇÃO IDOSA, A INCIDÊNCIA DE DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS TAMBÉM APRESENTA UM AUMENTO RELEVANTE, CONFIGURANDO-SE UM GRAVE PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA, VISTO QUE ESSA PARCELA POPULACIONAL É BASTANTE VULNERÁVEL E A LONGEVIDADE É O PRINCIPAL FATOR DE RISCO PARA O DESENVOLVIMENTO DE DCNT. O OBJETIVO DESTE ESTUDO FOI AVALIAR A OCORRÊNCIA DE DIABETES AUTORREFERIDA EM IDOSOS NO MUNICÍPIO DE CUITÉ – PB, A PARTIR DE UM ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO COM IDOSOS DE IDADE SUPERIOR OU IGUAL A 60 ANOS DE IDADE. A ANÁLISE DOS RESULTADOS EVIDENCIOU QUE ENTRE AS DOENÇAS AUTORREFERIDAS EM IDOSOS NO MUNICÍPIO, A DIABETES É A SEGUNDA MAIS PREVALENTE (23,3%), FICANDO ATRÁS APENAS DA HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA. CONCLUI-SE, QUE EXISTEM INÚMEROS FATORES DE RISCO PARA DESENVOLVER SEUS AGRAVOS, COMO A AUSÊNCIA DA ATIVIDADE FÍSICA REGULAR. NESTA PERSPECTIVA, O PRESENTE ESTUDO BUSCA ELUCIDAR PROBLEMAS ATÉ ENTÃO ATRIBUÍDOS AO PROCESSO DE ENVELHECIMENTO E DE ALGUM MODO, NÃO ABORDADO DE FORMA ADEQUADA, VIABILIZANDO A ELABORAÇÃO DE UMA ATENÇÃO À SAÚDE INTERDISCIPLINAR FOCANDO PRINCIPALMENTE NA OTIMIZAÇÃO DO DESEMPENHO DO IDOSO ACOMETIDO POR TAL PATOLOGIA.

Veja o artigo completo: PDF