Resumo Trabalho

BEM VIVER, ENVELHECIMENTO E MEIO AMBIENTE

VIVIANE SILVANO GALON, FÁBIO MARCELO MATOS e orientado por OKLINGER MANTOVANELI JUNIOR e orientado por OKLINGER MANTOVANELI JUNIOR

O acelerado ritmo do crescimento da população idosa é um fato presente e, em virtude do aumento da longevidade da população mundial tem crescido a atenção para as questões que englobam o idoso e o meio ambiente, buscando nesse contexto, um bom envelhecimento, de acordo com alguns modelos, como envelhecimento bem-sucedido, envelhecimento produtivo e envelhecimento ativo, relacionando o Bem Viver com a melhoria da qualidade de vida, transcendendo o conceito de padrão ou nível de vida, de satisfação das necessidades humanas do ter para a valorização da existência humana do ser, propondo um novo arcabouço cultural, centrado no equilíbrio, bem-estar e sustentabilidade. O termo sustentabilidade indica o sentido de perpetuidade, de continuidade no tempo, que emoldura o conceito de desenvolvimento sustentável, que propunha também uma descentralização nas tomadas de decisão e a solidariedade para as gerações futuras. Para a realização do presente artigo foi utilizada a metodologia de revisão de literatura, e o objetivo desse estudo é estimular a discussão sobre a temática do envelhecimento, Bem Viver, meio ambiente, incluindo o debate sobre sustentabilidade e desenvolvimento sustentável em busca de uma sociedade mais sustentável.

Veja o artigo completo: PDF