Resumo Trabalho

QUEDA NA TERCEIRA IDADE E SUAS CONSEQUÊNCIAS NA QUALIDADE DE VIDA

VITÓRIA SANTOS SILVA FERREIRA, EWELY LARISSE FERREIRA DE OLIVEIRA, LARISSA TAYNÁ COSTA DE ALENCAR CARNEIRO, BRUNA STEFANY CASTRO SANTOS e orientado por TÂNIA MARIA ALVES BENTO e orientado por TÂNIA MARIA ALVES BENTO

O envelhecimento é um processo natural, gradual e contínuo, que começa no nascimento e continua em todas as fases da vida. A política nacional para idosos (Lei nº8.842) define uma pessoa idosa como pessoa com idade igual ou superior a 60 anos. Entre os problemas dos idosos, as quedas são eventos comuns, com múltiplas causas que aumentam progressivamente com a idade devido a alterações na marcha, mecanismos de manutenção da postura e força muscular, medicamentos e ambiente. A queda é o deslocamento não intencional do corpo para um nível inferior a posição inicial com incapacidade de correção em tempo hábil. Estima-se que 30% das pessoas com mais de 65 anos sofrem ao menos uma queda por ano. Além das quedas propriamente ditas, leva-se em consideração a chamada síndrome pós-queda, o medo de voltar a cair. Esse medo pode criar barreiras nas atividades diárias e causar um estado de ansiedade e até mesmo inibição e / ou restrição dessas atividades. Esse estudo tem como objetivo analisar as causas que favorecem a queda na terceira idade e as consequências geradas após a queda. Realizado pesquisa descritiva qualitativa, utilizando referências disponíveis em buscas científicas. Resultados e Discussão: Constatou-se que os principais fatores de risco relacionados à queda nos idoso estão associados ao próprio processo de envelhecimento e aos fatores ambientais; como consequências, identificou-se as fraturas, imobilidade e dependência. Portanto, a queda pode ocasionar diminuição da capacidade do idoso em realizar as atividades instrumentais da vida diária, diminuindo, consequentemente, sua independência, autonomia e qualidade de vida. Reforça-se assim, a necessidade em prevenir a ocorrência desse agravo, a fim de garantir ao idoso um processo de senilidade digno e saudável. Palavras chaves: Envelhecimento. Quedas. Qualidade de vida. Referências: COIMBRA, Arlete Maria Valente; GASPAROTTO, Lívia Pimenta Renó; FALSARELL Gláucia Regina. As quedas no cenário da velhice: conceitos básicos e atualidades da pesquisa em saúde. Disponível em:. Acesso em: 10 de setembro de 2017. JAHANA, Kelly Onaga; DIOGO,Maria José D’Elboux. Quedas em idosos: principais causas e consequência. Disponível em: . Acesso em: 12 de outubro de 2017. RIBEIRO Peixoto A; SOUZA, E Ramos de; ATIE Soraya; SOUZA, Amaro Crispim de; SCHILITHZ, Arthur Orlando. A influência das quedas na qualidade de vida de idosos. Disponível em :. Acesso em: 11 de setembro de 2017. Revista da Escola de Enfermagem da USP. Medo de cair em adultos mais velhos que vivem em casa: fatores associados. Disponível em: . Acesso em 9 de setembro de 2017. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia. Avaliação de fatores de risco que contribuem para quedas entre os idosos. Disponível em: . Acesso em: 8 de setembro de 2017.

Veja o artigo completo: PDF