Resumo Trabalho

VISIBILIDADE DO IDOSO EM SITUAÇÃO DE RUA AO OBITUAR

MARIA ELIZABETE RODRIGUES VIANA, AMAURI DOS SANTOS ARAUJO, NATHALIA COMASSETTO PAES, MARIA WILLIANNE ALVES DO NASCIMENTO e orientado por ISABEL COMASSETTO e orientado por ISABEL COMASSETTO

Esse estudo tem como objetivo avaliar as características de pessoas idosas em situação de rua frente ao obituar. O crescimento da população idosa na rua está relacionado a exclusão social, a crise financeira vivenciada no mundo, existindo inúmeros desafios a serem enfrentados cotidianamente. Essa população vive em situação de extrema pobreza, com vulnerabilidades e múltiplos fatores, incluindo a exposição à violência e à criminalidade, morbidade, acesso precário a serviços sociais e de saúde e baixa expectativa de vida, o que favorece a um óbito precoce e muitas vezes sem garantia de acesso rápido e eficaz. Trata-se de um estudo exploratório descritivo de natureza qualitativa, realizado, no mês de agosto de 2017, através de levantamento de dados em fichas de acompanhamento de três equipes de Consultório na Rua com idosos em situação de rua na cidade de Maceió, do período de 2011 a 2016. Os dados foram condensados para caracterização de óbitos das pessoas idosas em situação de rua, sendo analisados e comparados com demais estudos dispostos na literatura. O foco manteve-se nas características dos óbitos de pessoa idosa em situação de rua, dos 30 óbitos registrados de 2011 a 2016, 5 foram de pessoas idosas. Analisados os dados de acordo com à idade, sexo, cor, escolaridade, drogas de uso, tempo de permanência na rua e a/s causa/s de óbito. A partir desse trabalho torna-se visível que idosos tem obituado em situação de rua e, portanto, nota-se a necessidade da realização de estudos voltados para essa temática, visto que a população de em situação de rua tem crescido.

Veja o artigo completo: PDF