Resumo Trabalho

INCENTIVO DE ATIVIDADES FÍSICAS PARA UM GRUPO DE IDOSOS BENEFICIADOS POR UM PROGRAMA HABITACIONAL

BRUNA ARAÚJO DE SÁ, LUCELIA FERNANDES DINIZ, ALWSCA LAYANE GONÇALVES ROLIM, PAULA FRASSINETTI OLIVEIRA CEZÁRIO e orientado por LARYSSA LINS DE ARAÚJO e orientado por LARYSSA LINS DE ARAÚJO

A atividade física proporciona ao individuo uma vida mais ativa, principalmente aos idosos que podem se beneficiar de práticas saudáveis, com isto apresentarão menos limitações. Dentre os inúmeros benefícios que podem ser percebidas em todas as faixas etárias. O bem estar funcional refletirá em uma independência, mas quando há o declínio de sua capacidade há diversos fatores negativos que irão interferir na qualidade de vida de um idoso, uma vez que acometimentos por doenças crônicas favorecem a instabilidade, bem como incidem na diminuição da realização de suas atividades. Trata-se de um estudo descritivo com abordagem qualitativa. A população deste estudo foi constituída por idosos contemplados por um programa habitacional no município de Cajazeiras. Sendo a amostra do estudo composta pelos idosos que atenderem aos critérios de seleção estabelecidos. A captação dos dados constitui-se por meio da utilização de um questionário semiestruturado, neste continham questões subjetivas relacionadas à temática do envelhecimento saudável. As entrevistas com os idosos foram realizadas no condomínio Cidade Maduras, nas próprias residências dos entrevistados. A análise dos dados sucedeu-se por Análise de Conteúdo proposta por Laurence Bardin. Foi ressaltada a caminhada como primeira opção de atividade física, visto há facilidade de realizar a atividade sem precisar sair do condomínio. Em relação aos principais agentes envolvidos no incentivo a prática de exercícios físicos são educadores físicos e estudantes de cursos da área de saúde das universidades da cidade. Os estímulos ocorrem durante atividades de promoção de saúde realizadas semanalmente ou quinzenalmente pelos mesmos. Perante o exposto podemos concluir que o incentivo a prática de exercícios físicos por parte dos profissionais e estudantes da área de saúde é essencial para a melhoria da qualidade de vida dos idosos, além de contribuir para uma manutenção da autonomia e independência. Os profissionais de saúde devem buscar meios que possibilitem uma maior adesão dessa população, com a utilização de metodologias participativas, com o intuito de esclarecer sobre os benefícios da prática de atividade física e sua importância na prevenção de agravos relacionados ao processo de envelhecimento.

Veja o artigo completo: PDF