Resumo Trabalho

ATENÇÃO À SAÚDE DA MULHER IDOSA: UMA REVISÃOINTEGRATIVA

NAYARA BATISTA MARQUES, MARIANA BELMONT CARVALHO XAVIER CRUZ, VITHÓRIA MARIA DE ARAÚJO TIBÚRCIO VILAR , LAVÍNIA PAOLA VEGA SOUTO MAIOR e orientado por SONIA MARA GUSMÃO COSTA

A POPULAÇÃO FEMININA BRASILEIRA TOTALIZA MAIS DE 109 MILHÕES DE MULHERES. SÃO AS PRINCIPAIS USUÁRIAS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE (SUS), SEJA PARA O SEU PRÓPRIO ATENDIMENTO OU ACOMPANHANDO SEUS FAMILIARES, REPRESENTANDO 50,8% DA POPULAÇÃO BRASILEIRA. A ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DA MULHER PRESSUPÕE ASSISTÊNCIA EM TODAS AS FASES DE SUA VIDA, POIS AS MULHERES IDOSAS TÊM ESPECIFICIDADES TÍPICAS DO CLIMATÉRIO SOMADAS AS ALTERAÇÕES DECORRENTES DO PROCESSO DE ENVELHECIMENTO. O ESTUDO OBJETIVA IDENTIFICAR EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS SOBRE A ATENÇÃO À SAÚDE DA MULHER IDOSA NO BRASIL. O LEVANTAMENTO BIBLIOGRÁFICO FOI REALIZADO ATRAVÉS DA BASE DE DADOS BVS COMTEMPLANDO A SCIELO, BIREME, PUBMED E LILACS, CONSIDERANDO OS ESTUDOS COM TEMÁTICA VOLTADA À ATENÇÃO À SAÚDE DA MULHER IDOSA, PUBLICADOS DE JANEIRO DE 2000 A ABRIL DE 2019. APÓS A APLICAÇÃO DOS CRITÉRIOS DE INCLUSÃO E EXCLUSÃO, 9 ARTIGOS COMPUSERAM A AMOSTRA DO ESTUDO. OS RESULTADOS MOSTRAM APÓS ANÁLISE DOS ARTIGOS SELECIONADOS, TRÊS CATEGORIAS QUE TANGEM A ATENÇÃO À SAÚDE DA MULHER IDOSA: ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE, CLIMATÉRIO E EDUCAÇÃO EM SAÚDE. ADEMAIS, VERIFICAMOS QUE AS PUBLICAÇÕES ESPECÍFICAS À ATENÇÃO À SAÚDE DA MULHER IDOSA É FRAGMENTADA E FOCADA NA DOENÇA.

Veja o artigo completo: PDF