Resumo Trabalho

CUIDAR DE PESSOAS IDOSAS COM DOENÇA DE ALZHEIMER: DISCURSO DOS CUIDADORES.

POLIANA DO CARMO SILVA DE OLIVEIRA, RACHEL HELLEN MONTEIRO DA COSTA, GIORDANE HELLEN TARGINO DA NÓBREGA, EVANILZA MARIA MARCELINO e orientado por ROSÂNGELA VIDAL NEGREIROS

CONVIVER COM PESSOAS IDOSAS QUE APRESENTAM SINAIS CARACTERÍSTICOS DE DA SIGNIFICA DIZER QUE GERALMENTE UMA ÚNICA PESSOA OCUPA O PAPEL DE CUIDADOR, SEJA POR INSTINTO OU VONTADE, SEJA DISPONIBILIDADE OU CAPACIDADE. O CUIDADOR É COTIDIANAMENTE TESTADO EM SUA CAPACIDADE DE DISCERNIMENTO E ADAPTAÇÃO À NOVA REALIDADE, QUE EXIGE DEDICAÇÃO, RESPONSABILIDADE, PACIÊNCIA E ATÉ MESMO O ABANDONO DE SUAS ATIVIDADES SOCIAIS. O OBJETIVO DESSE ESTUDO É DESCREVER O CUIDAR DE PESSOAS IDOSAS COM DA PELOS CUIDADORES. A COLETA DE DADOS OCORREU ENTRE JANEIRO E FEVEREIRO DE 2018, MEDIANTE ENTREVISTA SEMIESTRUTURADA COM QUESTÕES QUE REMETEM ÀS FUNÇÕES DOS CUIDADORES DAS PESSOAS IDOSAS E COMO ESSE CUIDADO AFETA A SAÚDE DESSES CUIDADORES. FORMARAM-SE DUAS CATEGORIAS REFERENTES AO DESENVOLVIMENTO DO PROCESSO DE CUIDAR DA PESSOA IDOSA COM DA: NECESSIDADES DA PESSOA IDOSA; DIFICULDADES NA PRESTAÇÃO DE CUIDADOS À PESSOA IDOSA COM DA. A PRIMEIRA CATEGORIA, REFERE-SE À PERCEPÇÃO DOS CUIDADORES, TENDO COMO BASE O SEU CONTATO DIÁRIO. A PARTIR DESTA, EMERGIRAM SEIS SUBCATEGORIAS, SENDO ESTAS: NECESSIDADES FISIOLÓGICAS; AFETIVAS; DE SEGURANÇA; RELACIONAIS E SOCIAIS; OCUPACIONAIS E, DE CUIDADOS TOTAIS. NA SEGUNDA CATEGORIA, SURGIRAM ASPETOS RELACIONADOS COM A FRAGILIDADE FÍSICA, PSICOLÓGICA, AGRESSIVIDADE E INQUIETAÇÃO/AGITAÇÃO. CONTUDO, O PROCESSO DE CUIDAR DESENVOLVIDO PELOS CUIDADORES RESULTA DAS MÚLTIPLAS NECESSIDADES, RELACIONADA POR DIFICULDADES INERENTES À DÍADE CUIDADOR/PESSOA IDOSA. LOGO, A PESQUISA APRESENTA COMO SUGESTÃO À CRIAÇÃO DE UM SERVIÇO DE APOIO E ACOMPANHAMENTO, TANTO PARA PROFISSIONAIS COMO PARA OS FAMILIARES DAS PESSOAS PORTADORAS DESTA DOENÇA.

Veja o artigo completo: PDF