Resumo Trabalho

IMPORTÂNCIA DO CUIDADO FARMACÊUTICO AO PACIENTE IDOSO QUE FAZ USO DE POLIFARMÁCIA

CAMILA SOARES DE ARAUJO, JOANA SABRINA ALENCAR PEIXOTO, BRUNA BARBOSA MAIA DA SILVA, IARA LUIZA MEDEIROS

A POLIFARMÁCIA É UMA PRÁTICA COMUM NA POPULAÇÃO IDOSA. LOGO, FAZ-SE NECESSÁRIO O ACOMPANHAMENTO FARMACOTERAPÊUTICO, VISANDO À EFICÁCIA DA TERAPIA FARMACOLÓGICA E A MELHORA NA QUALIDADE DE VIDA DESTES PACIENTES. O OBJETIVO DESSE ESTUDO É ENFATIZAR A IMPORTÂNCIA DO CUIDADO DO PROFISSIONAL FARMACÊUTICO EM PACIENTES IDOSOS USUÁRIOS DE POLIFARMÁCIA. TRATA-SE DE UMA REVISÃO INTEGRATIVA DE LITERATURA, ATRAVÉS DE PESQUISAS EM BASES DE DADOS, COMO LILACS, SCIELO, SCIENCE DIRECT E PERIÓDICOS CAPES. AS MUDANÇAS FISIOLÓGICAS DECORRENTES DO PROCESSO DE ENVELHECIMENTO AUMENTAM A INSEGURANÇA NO USO DE MEDICAMENTOS PELOS IDOSOS. OBSERVA-SE QUE A NÃO ADESÃO TERAPÊUTICA PODE GERAR COMPLICAÇÕES E AGRAVOS DAS PATOLOGIAS. PORTANTO, RACIONALIZAR O USO, IDENTIFICAR, SOLUCIONAR E PREVENIR PROBLEMAS RELACIONADOS A MEDICAMENTOS POTENCIAIS EM PACIENTES IDOSOS SÃO METAS QUE O CUIDADO FARMACÊUTICO BUSCA ALCANÇAR. OS RESULTADOS OBTIDOS CORROBORAM A INCORPORAÇÃO DO CUIDADO FARMACÊUTICO NO SERVIÇO PÚBLICO E PRIVADO, QUE CERTAMENTE RESULTARIA EM MELHORES CONDIÇÕES DE VIDA E ECONOMIA PARA ESSES PACIENTES.

Veja o artigo completo: PDF