Resumo Trabalho

CONCEPÇÕES DA PESSOA IDOSA COM TRANSTORNO MENTAL ACERCA DO GRUPO OPERATIVO

NATHÁLIA PEREIRA DE ANDRADE, MAYSE GABRIELLE DE LIMA BARBOSA, CINDY CAMPELO DE ARAÚJO, GABRIEL NUNES MACHADO DE OLIVEIRA e orientado por NILZA MARIA CUNHA

A PREVALÊNCIA DE TRANSTORNOS MENTAIS TEM AUMENTADO ENTRE A POPULAÇÃO IDOSA. ATUALMENTE, A ALOPATIA ATUA COMO PRINCIPAL ALTERNATIVA DE TRATAMENTO, NO ENTANTO PRÁTICAS EDUCATIVAS, COMO OS GRUPOS OPERATIVOS, DESEMPENHAM UMA IMPORTANTE ESTRATÉGIA DO CUIDADO INTEGRAL NO ÂMBITO DA SAÚDE MENTAL. A PARTIR DISSO, OBJETIVOU-SE ANALISAR AS CONCEPÇÕES DO IDOSO COM TRANSTORNO MENTAL ACERCA DO GRUPO OPERATIVO. REALIZOU-SE UMA PESQUISA DESCRITIVA EXPLORATÓRIA TRANSVERSAL, COM ABORDAGEM QUALITATIVA, EM UM CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL, JOÃO PESSOA, PARAÍBA. A AMOSTRA FOI COMPOSTA PELOS CINCO IDOSOS QUE PARTICIPARAM DAS DOZE SESSÕES DO GRUPO OPERATIVO EDUCAÇÃO EM SAÚDE E A COLETA OCORREU POR MEIO DE ENTREVISTAS SEMI-ESTRUTURADAS, GRAVADAS EM ÁUDIO E TRANSCRITAS NA ÍNTEGRA PARA ANÁLISE DE CONTEÚDO PROPOSTA POR BARDIN. DA ANÁLISE EMERGIRAM TRÊS CATEGORIAS TEMÁTICAS E OS RESULTADOS DA PESQUISA EXPLICITARAM A SATISFAÇÃO DOS IDOSOS AO PARTICIPAREM DO GRUPO. CONCLUI-SE QUE O PRESENTE ESTUDO MOSTRA QUE O GRUPO OPERATIVO CONSTITUI UMA IMPORTANTE ESTRATÉGIA DE CUIDADO AO IDOSO COM TRANSTORNO MENTAL POR PROPORCIONAR INCLUSÃO, INCENTIVO, CAPACITAÇÃO, CONHECIMENTO E AUTONOMIA NO PROCESSO SAÚDE DOENÇA DESSES INDIVÍDUOS, ESTIMULANDO A CORRESPONSABILIZAÇÃO POR SEUS CUIDADOS DE SAÚDE. NESSE CENÁRIO, DESTACA-SE O ENFERMEIRO POR SUA INSERÇÃO NA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL DE SAÚDE MENTAL E SUA FORMAÇÃO ACADÊMICA QUE O CAPACITA PARA O DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE.

Veja o artigo completo: PDF