Resumo Trabalho

BENEFÍCIOS DA ATIVIDADE FÍSICA NA PROMOÇÃO À SAÚDE NA TERCEIRA IDADE: REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA

JULLIANY LARISSA CORREIA SANTOS , JOÃO VICTOR DA SILVA RODRIGUES , JESSE ALMEIDA LEITE, CLÁUDIA FABIANE GOMES GONÇALVES e orientado por LUCICLAUDIO SILVA BARBOSA e orientado por LUCICLAUDIO SILVA BARBOSA

INTRODUÇÃO: O envelhecimento é um processo marcado pelo declínio da funcionalidade de diversos sistemas do organismo humano gradativamente. Tais alterações ocorrem de forma progressiva e irreversível. Não se sabe ao certo quando essas mudanças começam a ocorrer, uma vez que difere de um individuo para o outro. As alterações mais perceptíveis englobam alterações fisiológicas, arcada pela diminuição da funcionalidade de algumas estruturas corporais; e mecânicas, como a incapacidade de realizar movimentos básicos do corpo humano. A organização mundial de saúde (OMS) aponta que para se ter boa saúde é necessário adotar algumas medidas como: alimentação saudável, evitar o uso de drogas, praticar atividade física, entre outros são componentes importantes para promoção da saúde e redução dos fatores de risco que envolvem as morbidades. Ante o exposto esta pesquisa teve por objetivo identificar os principais benefícios da prática de atividade física no processo de envelhecimento a partir de literaturas referente ao tema. METODOLOGIA: O presente estudo consiste em uma revisão sistemática. A estratégia de busca nas bases de dados se deu a partir da biblioteca virtual em saúde (BVS), através das bases de dados Medline, LILACS (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde) e Base de Dados de Enfermagem (BDENF), durante o período de junho a julho de 2017. Foram utilizadas como palavras chave: atividade física, idosos e benefícios. Foram encontrados a principio 151 estudos, destes 99 estavam disponíveis em texto completo, quando selecionada as bases de dados obteve-se um total de 83, uma vez realizado o recorte temporal restaram 56 estudos, destes ficaram 26 quando estabelecidos os limites de serem artigos disponíveis em português e estarem relacionados diretamente a idosos. Os resumos foram lidos e relidos na integra e ao final 12 artigos foram selecionados para subsidiar os resultados do presente estudo. RESULTADOS: Os estudos, trazem que a pratica de exercício Físico aeróbico é uma ferramenta eficaz no tratamento da população de hipertensos e diabéticos idosos. E que quando feito o acompanhamento, de forma regular e de intensidade moderada, estes parecem gerar mais benefícios do que os de alta intensidade, para redução da Pressão Arterial. É afirmado também que a dança e o caratê como atividade física é relevante na melhora perceptiva do idoso quanto à melhora da força, mobilidade, jovialidade e autoestima. CONCLUSÃO: Portanto concui-se que a atividade física é de suma importância para todos os ciclos da vida, destacando na fase idosa que melhora relativamente à capacidade funcional, cognitiva e física dos mesmos. Alem de reduzir significadamente os índices de pressão arterial, IMC, e perfil glicêmico. Sendo imprescritíveis mais ações voltadas à prática de exercícios na população idosa para assim promover saúde e evitar doenças, melhorando assim sua qualidade de vida.

Veja o artigo completo: PDF