Resumo Trabalho

ASSOCIAÇÃO ENTRE O DIABETES MELLITUS II E AS CONDIÇÕES DE SAÚDE DO IDOSO

MARCÍLIO SAMPAIO DOS SANTOS., MÁRCIA ANDRÉA GONÇALVES LEITE, OLAVO LEITE DE MACEDO NETO, MÉRCIA AURÉLIA GONÇALVES LEITE e orientado por CELMO CELENO PORTO

OBJETIVOU-SE CARACTERIZAR A ASSOCIAÇÃO ENTRE O DIABETES MELLITUS II COM AS CONDIÇÕES DE SAÚDE DO IDOSO. ESTUDO COM COLETA DE DADOS PRIMÁRIOS, PROSPECTIVO, TRANSVERSAL, EXPLORATÓRIO, QUANTITATIVO COM 235 IDOSOS ACOMPANHADOS EM QUINZE UNIDADES DE SAÚDE DA FAMÍLIA NA CIDADE DE BARRA DO GARÇAS – MT, DIAGNOSTICADO COM DCNT E SUAS COMORBIDADES. OS DADOS FORAM COLETADOS ENTRE OS MESES DE ABRIL E SETEMBRO DE 2017. OS SEGUINTES INSTRUMENTOS DE COLETA DE DADOS FORAM APLICADOS: TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO; IDENTIFICAÇÃO NA UNIDADE DE SAÚDE; PERFIL SOCIODEMOGRÁFICO; PERFIL ECONÔMICO; AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DE SAÚDE, CONFIABILIDADE E VALIDADE DA ESCALA DE DIABETES. A ANÁLISE ESTATÍSTICA FOI REALIZADA COM AUXÍLIO DO PACOTE SPSS VERSÃO 23, ADOTANDO UM NÍVEL DE SIGNIFICÂNCIA DE 5% (P < 0,05). HOUVE PREDOMINÂNCIA DO SEXO FEMININO (63,8%), ENTRE 60 A 69 ANOS (51,5%), ALFABETIZADOS (68,1%), CASADOS OU JUNTOS (52,3%), O NÚCLEO FAMILIAR COMPOSTO PELO CÔNJUGE E AGREGADOS (62%), A MAIORIA NÃO PRATICAVA ATIVIDADES FÍSICAS (57,4%), TÊM ALGUM LAZER (93,8%), RELIGIOSOS (92,8%) E ENGAJADOS EM ATIVIDADES SOCIAIS (62,2%), APOSENTADOS, (79,1%), NÃO TRABALHAM (77,4%), QUANDO NECESSITAVAM DE AJUDA ERAM ATENDIDOS POR UM AGREGADOS À FAMÍLIA (70,2%), ELEVADA PREVALÊNCIA DE DCNT. O DIABETES MELLITUS II FOI CONSIDERADO COMO PERTURBADOR, ATRAPALHAVA A VIDA, INTERFERIA NAS CONDIÇÕES DE SAÚDE. DIANTE DISSO, O PLANEJAMENTO DE AÇÕES VOLTADAS PARA PROMOÇÃO À SAÚDE, PREVENÇÃO E DIAGNÓSTICO PRECOCE SÃO IMPORTANTES, UM MELHOR ACOMPANHAMENTO DO IDOSO DIABÉTICO DEVE SER A META A SER ALCANÇADA.

Veja o artigo completo: PDF