Resumo Trabalho

EDUCAÇÃO EM SAÚDE NO CUIDADO AO IDOSO COM DIABETES MELLITUS: UMA ESTRATÉGIA PARA A ENFERMAGEM

DHÉBORA RHANNY RIBEIRO ESCOREL BARROS, JOSÉ ANTONIO DA SILVA JÚNIOR, JOSEFA RAQUEL LUCIANO DA SILVA, TAYNÁ DA SILVA BRITO e orientado por ANA CLAUDIA TORRES DE MEDEIROS e orientado por ANA CLAUDIA TORRES DE MEDEIROS

Junto com o evento de transição demográfica a qual o mundo está atravessando, vem o crescente desenvolvimento das doenças ditas como cônicas, o que necessita que seja dada atenção especial para esses casos. O diabetes mellitus (DM) é uma dessas doenças crescentes no país, sendo importante o desenvolvimento de estratégias para o seu enfrentamento, como os processos de educação em saúde na Atenção Primária à Saúde. Nesse sentido, o estudo objetivou-se em identificar a importância da educação em saúde, enquanto ferramenta para o enfermeiro, na prestação do cuidado ao idoso com diabetes. Utilizou-se o método de revisão integrativa da literatura para a construção, sendo selecionados 31 trabalhos nas fontes de dados BVS, SciELO e Portal de Periódicos CAPES. Os trabalhos foram publicados entre os anos de 2007 e 2016. Foram elaboradas as seguintes categorias: Educação em saúde: uma ferramenta necessária; autonomia: usuários como protagonistas e; Impasses no processo ensino/aprendizagem na educação em saúde. Notou-se como a educação em saúde é benéfica para a saúde dos usuários que a recebem e que os mesmos devem participar delas de forma ativa para o melhor aproveitamento. Desse modo, os(as) enfermeiros(as) precisam compreender seu papel como mediador nesse processo, sensibilizando os usuários para o DM sobre a importância da mudança de comportamento, através dos subsídios que dispõe, dinamizando esse espaço, abrindo-o para discussões e oferecendo as mais diversas didáticas.

Veja o artigo completo: PDF