Resumo Trabalho

ANÁLISE DA MORBIMORTALIDADE E COBERTURA VACINAL CONTRA INFLUENZA EM IDOSOS NA PARAÍBA/BRASIL

IRIS GABRIELY LIRA DE SANTANA, TAISE PEREIRA FERNANDES, BIANCA FONSECA DE ARAÚJO, LETÍCIA LANY DE MIRANDA MEDEIROS e orientado por KLEANE MARIA DA FONSECA AZEVEDO ARAÚJO

A GRIPE É UMA INFECÇÃO RESPIRATÓRIA AGUDA OCASIONADA PELO VÍRUS INFLUENZA, E É CONSIDERADA PROBLEMA DE SAÚDE MUNDIAL DE ELEVADA MORBIMORTALIDADE EM IDOSOS. A VACINAÇÃO CONTRA INFLUENZA FORTALECE AS AÇÕES DE PROMOÇÃO E REDUZ DO NÚMERO DE INTERNAÇÕES HOSPITALARES E DA TAXA DE MORTALIDADE. ESTE ESTUDO TEM COMO OBJETIVO ANALISAR A MORBIMORTALIDADE E COBERTURA VACINAL CONTRA INFLUENZA EM IDOSOS NA PARAÍBA/BRASIL, NO PERÍODO 2010 A 2017. TRATA-SE DE UM ESTUDO DESCRITIVO, RETROSPECTIVO DE ANÁLISE QUANTITATIVA. OS DADOS SECUNDÁRIOS FORAM COLETADOS EM ABRIL-MAIO DE 2019, POR MEIO DO SISTEMA DE INDICADORES DE SAÚDE E ACOMPANHAMENTO DE POLÍTICAS DO IDOSO – FIOCRUZ. NA PARAÍBA A MORBIMORTALIDADE ASSOCIADA A GRIPE E PNEUMONIA APRESENTOU UMA TENDÊNCIA CRESCENTE ENTRE 2010 A 2017, MESMO COM UMA COBERTURA VACINAL CONTRA INFLUENZA ACIMA DE 80%. AÇÕES DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO DEVEM SER OTIMIZADAS PARA PESSOA IDOSA NOS SERVIÇOS DA ATENÇÃO BÁSICA NA PERSPECTIVA DE PREVENIR OS IDOSOS CONTRA GRIPE E PNEUMONIA, REDUZIR A MORBIMORTALIDADE PELAS COMPLICAÇÕES DA GRIPE E AUMENTAR O CUIDADO POR MEIO DA VACINAÇÃO. E ASSIM, BUSCA-SE MELHORAR A QUALIDADE DE VIDA DO IDOSO.

Veja o artigo completo: PDF