Resumo Trabalho

IDENTIFICAÇÃO E PREVALÊNCIA DE BACTÉRIAS CAUSADORAS DE INFECÇÕES URINÁRIAS EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DO RIO GRANDE DO NORTE NO ANO DE 2015

MARIA THAYNARA JORGE FREIRE, FERNANDO EMANUEL DE SOUSA FERREIRA e orientado por DOUTOR EGBERTO SANTOS CARMO

AS INFECÇÕES DO TRATO URINÁRIO (ITU), NO BRASIL, SÃO DESTACADAS COMO AS MAIS COMUNS DAS INFECÇÕES BACTERIANAS, CORRESPONDENDO A 80 EM CADA 1.000 CONSULTAS CLÍNICAS, PODENDO VARIAR AS CARACTERÍSTICAS ENTRE OS SEXOS. O ESTUDO TEVE COMO OBJETIVO INVESTIGAR A PREVALÊNCIA DE INFECÇÕES DO TRATO URINÁRIO NA FAIXA ETÁRIA DE 60 A 95 ANOS E OS PRINCIPAIS PATÓGENOS ENCONTRADOS EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO. TRATA-SE DE UM ESTUDO ANALÍTICO, RETROSPECTIVO, DESCRITIVO, EXPLORATÓRIO E EPIDEMIOLÓGICO, QUE POSSUI UMA ABORDAGEM QUANTITATIVA, E OS DADOS FORAM DESCRITOS E SINTETIZADOS COM O USO DOS VALORES EM PORCENTAGEM. NO PERÍODO CORRESPONDENTE ENTRE JANEIRO E DEZEMBRO DE 2015, FORAM AVALIADAS 697 UROCULTURAS; DESSAS 95 FORAM IDENTIFICADAS COMO POSITIVAS E 602 COMO NEGATIVAS. DE TODAS AS UROCULTURAS, 77 FORAM DE IDOSOS E 15 FORAM IDENTIFICADAS COMO POSITIVAS. ENTRE AS UROCULTURAS POSITIVAS AVALIADAS, PACIENTES DO SEXO MASCULINO APRESENTARAM MAIOR INCIDÊNCIA, REPRESENTADAS POR 8 (53,3%) DAS 15 AMOSTRAS POSITIVAS DOS CASOS. OS AGENTES ETIOLÓGICOS IDENTIFICADOS FORAM: ESCHERICHIA COLI (31,3%), PROTEUS SPP. (18,8%) E ENTEROBACTER SPP. (12,5%). É DE SUMA RELEVÂNCIA O DESENVOLVIMENTO DE ESTUDOS QUE INTENSIFIQUEM O CONHECIMENTO DA PREVALÊNCIA DOS UROPATÓGENOS DA REGIÃO, SEU PERFIL DE RESISTÊNCIA AOS ANTIMICROBIANOS, O SEXO E A FAIXA ETÁRIA QUE MAIS SÃO ACOMETIDOS. COM ESSE PERFIL POSSIBILITA-SE UMA MELHOR ALTERNATIVA PARA O TRATAMENTO DO PACIENTE.

Veja o artigo completo: PDF