Resumo Trabalho

VALIDAÇÃO DA ESCALA DE ATIVIDADES AVANÇADAS DA VIDA DIÁRIA

JOSÉ VITOR DA SILVA, EWERTON NAVES DIAS, ABNER TRIBST AGUIAR

O objetivo do presente estudo foi avaliar as propriedades métricas da Escala de Atividades Avançadas da Vida Diária. O estudo foi de abordagem quantitativa e metodológica. A amostra constitui-se por 200 pessoas idosas residentes na comunidade da cidade de Pouso Alegre em Minas Gerais - Brasil. A amostragem foi não probabilística por conveniência e bola de neve. Utilizaram-se os seguintes instrumentos: 1- Caracterização sociodemográfica e de Saúde de pessoas idosas; 2- Escala de qualidade de vida de pessoas idosas de Vitor – EQVI-Vitor. 3- Escala de Atividades Avançadas da Vida Diária – AAVDs. Verificou-se por meio da análise fatorial exploratória que a escala possui três domínios denominados de Atividades de Lazer, Atividades Sociais e Atividades Produtivas. A solução dos três fatores explicaram 58,18% da variância total, sendo o primeiro fator com 30% do total da variância, o segundo com 18,03% e o terceiro com 10,14%. O coeficiente alfa para a escala global foi de 0,80 e, para os domínios os valores foram os seguintes: Atividades de Lazer: 0,75. Atividades Sociais: 0,73. Atividades Produtivas: 0,75. Com relação à validade de construto a escala apresentou resultados satisfatórios de validade convergente, homogeneidade e de grupos contrastante com valores de p <0.05. A Escala de AAVDs apresentou propriedades métricas confiáveis e validas para ser aplicada em pessoas idosas.

Veja o artigo completo: PDF