Resumo Trabalho

AS INTERVENÇÕES DO SERVIÇO SOCIAL JUNTO AOS ACOMPANHANTES DE IDOSOS NA ATENÇÃO HOSPITALAR: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA.

NARJARA CINTHYA NOBRE OLIVEIRA, GIULIANA BARBOSA DA ROCHA

Observa-se que a estrutura etária da população mundial encontra-se em processo de mudanças. Devido a isso, a população idosa vem crescendo nas últimas décadas, principalmente nos países em desenvolvimento como exemplo no Brasil. Assim, esse processo de envelhecimento traz consigo demandas para as políticas sociais e públicas. Na saúde é notório o aumento dos casos de internações hospitalares da pessoa idosa, pois a taxa de natalidade decaí a expectativa de vida aumenta gerando um novo perfil para esses serviços de saúde. Cenário esse, não diferente no Município de João Pessoa/PB, mais especificamente no Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW) administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH). A partir da década de 1990, no Brasil, tendo em vista o crescimento da população idosa levou os órgãos federais a estabelecerem lei /normas para atender ao público citado, que passaram a ser priorizados com relação aos seus direitos. No ano de 1994, foi instituída a primeira Lei, que contempla, efetivamente, os direitos dos idosos, a Política Nacional do Idoso- PNI. Ainda nessa década, outro instrumento de defesa dos direitos dos idosos foi à regulamentação da Política Nacional de Saúde do Idoso (PNSI), sendo atualizada no ano 2006 para a Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa (PNSPI), o qual sua finalidade primordial recuperar, manter e promover a autonomia e independência dos indivíduos idosos, em consonância com os princípios e as diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS). E ainda, outro marco importante foi a Lei nº 10.741/2003, que dispõe sobre o Estatuto do Idoso, correspondendo como instrumento completo para a cidadania e direitos dos idosos. Este trabalho tem como objetivo relatar a atuação do assistente social na problemática da família com um idoso hospitalizado, por meio do relato de experiência Justificando-se, a partir da prática profissional, dessa pesquisa como assistentes sociais, preceptora e residente, da Residência Integrada Multiprofissional Saúde Hospitalar (RIMUSH) com ênfase em saúde do idoso vinculada a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), no período de março a setembro de 2016, que verificou, em suas práticas, que os casos de idosos são vivenciados na Clínica Médica como problema além de saúde, apresenta-se de forma emocional, social, econômica, cultural entre outros. E ainda, a relevância do estudo fundamenta-se no fato de ser um tema de saúde pública que afeta milhares de pessoas em todas as faixas etárias, com grandes consequências biopsicossociais, familiares e individuais.

Veja o artigo completo: PDF