Resumo Trabalho

A SEXUALIDADE NO PROCESSO DO ENVELHECIMENTO HUMANO

ANDRIELLY SILVA DOS SANTOS , BRUNA KAJELINE ASSIS GOMES, CHARLES MAURÍCIO BARROS DOS SANTOS e orientado por TÂNIA MARIA ALVES BENTO e orientado por TÂNIA MARIA ALVES BENTO

INTRODUÇÃO: O envelhecimento envolve uma série de alterações fisiológicas e biológicas, tanto em homens como em mulheres, que também são visíveis na sexualidade, contudo, estas mudanças não significam que a senilidade está associada à doença. Atividade sexual, esta ligada a uma melhor qualidade de relacionamentos íntimos, menores taxas de sintomas depressivos, melhor saúde cardiovascular e menos obesidade em homens e mulheres. A respeito da pratica sexual na velhice, mesmo nos tempos atuais com a revolução da temática e da sua prática, o que ainda vemos são preconceito e resistência. OBJETIVO: Analisar a relação da sexualidade no processo de envelhecimento enfatizando os seus benefícios. METODOLOGIA: Trata-se de uma revisão integrativa de caráter qualitativo. A coleta de dados foi feita a partir dos descritores: “sexualidade”, “envelhecimento”, “atividade sexual”, “fatores culturais”e “idoso com critérios de inclusão e exclusão para a escolha dos artigos. O estudo buscou identificar a importância da sexualidade para o envelhecimento. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Entre os estudos encontrados, a maioria confirma que disfunção sexual é altamente prevalente entre os mais idosos e comorbidades acentuam essa tendência. Em relação aos homens, fatores orgânicos e relacionais passam a ter um impacto maior no desencadeamento da disfunção erétil durante o envelhecimento, já em relação as mulheres os hormônios são apenas um dos muitos fatores relacionados a sua função sexual. CONCLUSÃO: Conclui-se que sexualidade é um assunto relevante em qualquer etapa da vida, pois ela ajuda na qualidade de vida, no relacionamento social e na satisfação pessoal, com isso ajuda a melhorar a saúde evitando o declínio físico, o isolamento e doenças tais com a depressão.

Veja o artigo completo: PDF