Resumo Trabalho

TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO NA POLINEUROPATIA ALCOÓLICA PERIFÉRICA EM IDOSOS

CLEYDSON ARAUJO SILVA, CICERO NATAN DOS SANTOS ALVES e orientado por EMANOELLA CARNEIRO DE SOUZA e orientado por EMANOELLA CARNEIRO DE SOUZA

A Polineuropatia Alcoólica Periférica (PAP) é uma doença associada ao abuso de álcool crônico, e se caracteriza por lesão do Sistema Nervoso Periférico (SNP). A PAP pode afetar nervos em qualquer parte do corpo, sendo mais frequêntes nos pés e nas mãos. Esta é observada em adultos, principalmente após os 40 anos de idade, sendo mais comum, cerca de três a quatro vezes a mais, na população masculina. É a complicação decorrente de um alcoolismo grave e crônico, de quaisquer que sejam as modalidades da bebida. O controle do corpo durante os movimentos funcionais e as habilidades de realizar tarefas funcionais requer o equilíbrio dos movimentos ativos juntos a um estável controle neuromuscular. Em pacientes acometidos pela polineurite alcoólica, onde há alterações das fibras nervosas, este controle será alterado, prejudicando algumas atividades funcionais como a realização da higiene pessoal, vestir-se, banhar-se, deambular pelo espaço por um determinado período de tempo e distâncias mais longas, permanecer na posição ortostática sem fadigar, levantar a partir da posição sentada e, o ato de subir e descer escadas.

Veja o artigo completo: PDF