Resumo Trabalho

DESCARTE DE RESÍDUOS GERADOS DA INSULINOTERAPIA E MONITORAÇÃO GLICÊMICA POR IDOSOS EM JUAZEIRINHO-PB

RÔMULO MOREIRA DOS SANTOS, RAISSA DANIEL TRAJANO DOS SANTOS, LUANA LAYSE CÂMARA DE ALMEIDA e orientado por RÔMULO MOREIRA DOS SANTOS

O MUNICÍPIO DE JUAZEIRINHO, PARAÍBA, FORNECE PARA O TRATAMENTO DO DIABETES MELLITUS, HIPOGLICEMIANTES ORAIS, COMO A METFORMINA E GLIBENCLAMIDA E DOIS TIPOS DE INSULINA: A REGULAR E A INTERMEDIÁRIA. NESSE CONTEXTO, É DE EXTREMA IMPORTÂNCIA CONHECERMOS A FORMA DOMICILIAR DE DESCARTE DOS RESÍDUOS DA INSULINOTERAPIA, JÁ QUE ESSE TIPO DE TRATAMENTO GERA UM GRANDE VOLUME DE LIXO CONTENDO AGULHAS, SERINGAS E ALGODÕES SUJOS, ALÉM DE OUTROS LIXOS GERADOS NO MONITORAMENTO DA GLICEMIA. O ESTUDO FOI DO TIPO TRANSVERSAL, COM ABORDAGEM QUANTITATIVA, DESENVOLVIDO NOS MESES DE ABRIL E MAIO DE 2019, NO MUNICÍPIO DE JUAZEIRINHO, PARAÍBA. FORAM ABORDADOS OS PACIENTES DIABÉTICOS CADASTRADOS NO MUNICÍPIO LOCAL DE ESTUDO, QUE RECEBIAM INSULINAS E ANÁLOGOS NA FARMÁCIA BÁSICA, MEDIANTE ACEITAÇÃO VIA TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO (TCLE). A AMOSTRA FOI DEFINIDA POR CONVENIÊNCIA, DETERMINADA PELA DISPONIBILIDADE DOS VOLUNTÁRIOS QUE ACEITARAM PARTICIPAR DO ESTUDO, SENDO AS INFORMAÇÕES DESTE TRABALHO UM RECORTE REPRESENTATIVO DOS IDOSOS DIABÉTICOS. DE ACORDO COM A RESOLUÇÃO Nº 466/2012 DO CONSELHO NACIONAL DE SAÚDE, OS VOLUNTÁRIOS FORAM INFORMADOS DAS CONDIÇÕES E FINALIDADE DA PESQUISA, INICIANDO-SE A PESQUISA APÓS A APROVAÇÃO PELO COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA DO CENTRO DE ENSINO SUPERIOR E DESENVOLVIMENTO, ATRAVÉS DA CAAE 1669519.0.0000.5175. TODOS DECLARARAM DESCARTAR OS RESÍDUOS DO TRATAMENTO NO LIXO COMUM PARA RECOLHIMENTO PELO SERVIÇO PÚBLICO, ALERTANDO QUE AS ATIVIDADES EDUCATIVAS E A PROMOÇÃO DA SAÚDE E PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE SÃO PROPOSTAS AINDA NECESSÁRIAS E EXIGIDAS QUANTO AO DESCARTE CORRETO DE MEDICAMENTOS E RESÍDUOS DE SAÚDE GERADOS RESIDENCIALMENTE.

Veja o artigo completo: PDF