Resumo Trabalho

FATORES DE RISCO PARA LESÃO POR PRESSÃO: REVISÃO INTEGRATIVA

ALEX ALEXANDRE DA SILVA e orientado por BELARMINO SANTOS DE SOUSA JÚNIOR

O ESTUDO TEVE COMO OBJETIVO IDENTIFICAR NA LITERATURA CIENTÍFICA FATORES PREDISPONENTES PARA O SURGIMENTO DAS LESÕES POR PRESSÃO EM PACIENTES IDOSOS. FOI REALIZADA UMA REVISÃO INTEGRATIVA NAS BASES DE DADOS: NACIONAIS E INTERNACIONAIS NO PERÍODO DE 2006 A 2016. NOS 12 ARTIGOS ANALISADOS HOUVE PREDOMINÂNCIA DE RISCO PARA DESENVOLVIMENTO DAS LESÕES NO SEXO FEMININO, E EM 9 ARTIGOS A VARIÁVEL AVANÇO DA IDADE ESTAVA RELACIONADA AOS FATORES DE RISCO. SETE ARTIGOS RELACIONAM A VARIÁVEL ALTERAÇÃO DA PELE E NOVE ASSOCIAM O USO DE MEDICAMENTOS COM A OCORRÊNCIA DAS LESÕES NOS IDOSOS. QUANTO AO ASPECTO NUTRICIONAL, 11 ARTIGOS AVALIARAM A RELAÇÃO COM A IMOBILIDADE DO PACIENTE, POIS A MÁ NUTRIÇÃO PODE INFLUENCIAR SUA CAPACIDADE FUNCIONAL. RESSALTA‑SE, ASSIM, QUE AS LESÕES POR PRESSÃO CONSTITUEM UM SÉRIO PROBLEMA COMUMENTE IDENTIFICÁVEL EM IDOSOS TANTO HOSPITALIZADOS QUANTO EM CUIDADO DOMICILIAR E EM INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA, ESPECIALMENTE QUANDO ELES APRESENTAM COMPROMETIMENTO DE SUA CAPACIDADE FUNCIONAL, EVIDENCIANDO, A PARTIR DAS OBSERVAÇÕES, A RELEVÂNCIA PARA A PRÁTICA CLÍNICA E PARA O CUIDADO DE ENFERMAGEM COM ÊNFASE NA ASSISTÊNCIA INTEGRAL E INDIVIDUALIZADA.

Veja o artigo completo: PDF