Resumo Trabalho

DEPRESSÃO E ESTRATÉGIAS DE ENFRENTAMENTO EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS

LETÍCIA LANY DE MIRANDA MEDEIROS, GABRIEL DE OLIVEIRA GONÇALVES, IRIS GABRIELY LIRA DE SANTANA, MARIA EDUARDA FERREIRA DE ALBUQUERQUE e orientado por PRISCILLA MARIA DE CASTRO SILVA

À MEDIDA QUE SE ENVELHECE, OCORREM TRANSFORMAÇÕES LIGADAS AO ESTADO BIOPSICOSSOCIAL DO SER HUMANO, AS QUAIS PODEM ACARRETAR A REDUÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA. OS DISTÚRBIOS DE HUMOR ENTRE OS IDOSOS CONSTITUEM UM DOS PROBLEMAS DE SAÚDE MAIS COMUNS, OS QUAIS SÃO RESPONSÁVEIS PELA PERDA DE AUTONOMIA E PIORA DE QUADROS PATOLÓGICOS PREEXISTENTES, E ENTRE ELES, A DEPRESSÃO. E, EM SITUAÇÃO DE INSTITUCIONALIZAÇÃO, TAL DOENÇA PODE SER COMUMENTE EVIDENCIADA NO IDOSO. DIANTE DESSA PROBLEMÁTICA, ESTE ESTUDO OBJETIVA INVESTIGAR A DEPRESSÃO EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS E SUAS ESTRATÉGIAS DE ENFRENTAMENTO. TRATA-SE DE UMA REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA QUE SE PROCEDEU DIANTE DAS ETAPAS: DEFINIÇÃO DO OBJETIVO; DEMARCAÇÃO DOS CRITÉRIOS DE INCLUSÃO E EXCLUSÃO; INSPEÇÃO DOS RESULTADOS; DISCUSSÃO E APRESENTAÇÃO DAS INFORMAÇÕES ALCANÇADAS. A BUSCA FOI REALIZADA NAS BASES DE DADOS MEDLINE, LILACS E SCIELO, NAS QUAIS FORAM UTILIZADOS OS DESCRITORES INDEXADOS NO DECS. AO FINAL DA BUSCA CHEGOU-SE À UMA AMOSTRA DE 8 ESTUDOS QUE ABRANGIAM À PERGUNTA NORTEADORA DA PESQUISA. NA ANÁLISE DOS ESTUDOS, FOI CONSTATADO QUE A INSTITUCIONALIZAÇÃO PODE LEVAR AO SURGIMENTO DA DEMÊNCIA, A TENDÊNCIA AO DESENVOLVIMENTO DE QUADRO DEPRESSIVO, ALÉM DE DISTÚRBIOS DE SONO. ALÉM DISSO, O ISOLAMENTO, A INATIVIDADE FÍSICA E MENTAL, A VIVÊNCIA FORA DO CONVÍVIO FAMILIAR, PODEM OCASIONAR O DECLÍNIO DA CAPACIDADE COGNITIVA. CONCLUIU-SE QUE É IMPORTANTE UMA MAIOR QUALIFICAÇÃO DOS PROFISSIONAIS E DA INSTITUIÇÃO, ALÉM DA PROMOÇÃO DE ESTRATÉGIAS DE ENFRENTAMENTO – RECONHECER OS MOTIVOS QUE LEVARAM O IDOSO AO QUADRO; SENSIBILIZAÇÃO E COMPROMETIMENTO DOS PROFISSIONAIS; OFICINAS TERAPÊUTICAS – ACERCA DA SINTOMATOLOGIA DEPRESSIVA NOS IDOSOS.

Veja o artigo completo: PDF