Resumo Trabalho

ORIENTAÇÕES DE SAÚDE A IDOSOS: RELATO DE EXPERIÊNCIA DE UM PROJETO DE EXTENSÃO

JOSÉ AUGUSTO DE SOUSA RODRIGUES, ALWSCA LAYANE GONÇALVES ROLIM e orientado por ANDREZA GUEDES BARBOSA RAMOS e orientado por ANDREZA GUEDES BARBOSA RAMOS

O envelhecimento é uma fase natural da vida em que o indivíduo enfrenta mudanças significativas no seu cotidiano, e para que esse processo ocorra como experiência positiva, deve ser acompanhada de oportunidades contínuas de saúde, principalmente quando se predomina patologias como hipertensão e diabetes, que se apresentam como as principais doenças crônicas que acometem idosos no brasil. Diante disso, politicas públicas foram criadas com o intuito de favorecer a promoção, proteção e reabilitação da saúde da pessoa idosa para ela possa viver essa fase de maneira mais agradável possível. Nesse cenário o profissional de saúde tem em mãos diversas ferramentas que facilitam o trabalho com esse público, sendo uma delas a educação em saúde, onde o profissional vai promover o empoderamento da pessoa idosa, tornando-a protagonista do processo do cuidado e favorecendo a adoção de hábitos saudáveis para que possa evitar complicações provenientes da progressão das patologias e da não adesão ao tratamento. Nesse sentido, o presente estudo objetiva relatar a experiência da educação em saúde a idosos, através de um projeto de extensão universitária. A metodologia utilizada consiste no desenvolvimento de oficinas, palestras e confecção de cartilhas educativas que abordavam os temas como cuidados com higiene, atividade física específica para idosos, alimentação saudável, modificações corporais e emocionais, orientações e incentivo para o uso correto da medicação, entre outros. O projeto foi desenvolvido com um grupo de idosos assistidos pelo programa Hiperdia no município de Cajazeiras/PB. E os resultados evidenciam dois eixos, o primeiro demonstra que as ações educativas na assistência ao envelhecimento proporcionam maior discernimento sobre as patologias associadas e qualidade de vida e, o segundo, impõe ao graduando um olhar mais crítico quanto à assistência à saúde. Sendo assim, o projeto denota grande relevância social e educacional tanto para os alunos participantes, como para a população, mostrando-se de grande importância para o fortalecimento de vínculos entre profissional e comunidade.

Veja o artigo completo: PDF