Resumo Trabalho

O HÁBITO CALÇADISTA DE IDOSAS RESIDENTES EM UMA REGIÃO COM ALTAS TEMPERATURAS CLIMÁTICAS ESTÁ ASSOCIADO COM A OSTEOARTRITE DE JOELHO?

ANA BEATRIZ DA COSTA RODRIGUES, INGRID KELLY SILVA DE MACEDO e orientado por FRANCIS TROMBINI-SOUZA e orientado por FRANCIS TROMBINI-SOUZA

Contextualização: A osteoartrite (OA) é uma doença crônico-degenerativa que afeta principalmente quadril e joelho, caracterizada por um quadro de dor, degeneração da cartilagem e perda da funcionalidade, devido a constante sobrecarga na articulação. Essa sobrecarga pode estar relacionada a diversos fatores, incluindo os hábitos calçadistas que, quando utilizados de forma inadequada podem aumentar a carga articular e comprometer a articulação do joelho, induzindo a degeneração e desenvolvimento da OA. Objetivo: Avaliar e associar a OA de joelho e o hábito calçadista de idosas residentes em uma região com altas temperaturas climáticas. Metodologia: A análise foi realizada em dois grupos: Grupo OA (GOA) e Grupo Controle (GC). O GOA foi composto por 43 idosas diagnósticas radiograficamente com OA de joelho do compartimento medial de grau II, III ou IV, baseado nos critérios de Kellgren & Lawrence. O GC foi formado por 23 idosas sem diagnóstico de OA de joelho, grau 0 ou I. Foram avaliadas as variáveis sociodemográficas e os hábitos calçadistas. Resultados: Os resultados foram similares para ambos os grupos, encontrando, primordialmente, o hábito de calçados minimalistas, como o chinelo, rasteirinha e sapatilha. Além disso, esses calçados e suas características físicas não apresentaram associação com o desenvolvimento da OA de joelho. Conclusão: A OA de joelho não está associada com o hábito calçadista de idosas residentes em uma região com altas temperaturas climáticas.

Veja o artigo completo: PDF