Resumo Trabalho

MECANISMOS DE TRAUMAS MAIS PREVALENTES DE HOSPITALIZAÇÃO EM IDOSOS: REVISÃO DE ESCOPO

RODRIGO RHUAN ANDRADE ROCHA, ALYNE KELLY DE OLIVEIRA GENUINO, RODRIGO ASSIS NEVES DANTAS, JOSÉ JOANDSON DE SOUZA DOS SANTOS e orientado por DANIELE VIEIRA DANTAS

DE ACORDO COM A LEGISLAÇÃO BRASILEIRA, CONSIDERA-SE IDOSA A PESSOA QUE TENHA IDADE IGUAL OU SUPERIOR A 60 (SESSENTA) ANOS. ESSA POPULAÇÃO ATIVA NA SOCIEDADE PROCURA, NOS CENTROS, URBANOS UMA VIDA MAIS SAUDÁVEL E NOVAS EXPERIÊNCIAS PESSOAIS E, PELA FALTA DE ACESSIBILIDADE, NESSES LOCAIS, EM PARTICULAR NAS VIAS PÚBLICAS, OS IDOSOS SÃO EXPOSTOS AO RISCO DE ACIDENTES E VIOLÊNCIAS. O ESTUDO OBJETIVA IDENTIFICAR OS MECANISMOS TRAUMÁTICOS MAIS PREVALENTES QUE LEVAM À HOSPITALIZAÇÃO DO IDOSO. DELINEIA-SE COMO UMA REVISÃO DE ESCOPO E DEFINIU-SE COM QUESTÃO DE PESQUISA: QUAIS MECANISMOS DE TRAUMAS MAIS COMUNS QUE GERAM HOSPITALIZAÇÃO EM IDOSOS? NOS RESULTADOS, 12 PUBLICAÇÕES DAS 18 SELECIONADAS PARA LEITURA DO TEXTO NA ÍNTEGRA FORAM DESCRITAS. EM VIRTUDE DO TRAUMA, SUA RELAÇÃO COM OS IDOSOS E A HOSPITALIZAÇÃO DESSES CONSTITUÍREM UM PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA MUNDIAL, ENCONTRARAM-SE ESTUDOS DE DIFERENTES PAÍSES ABORDANDO ESSA TEMÁTICA. EVIDENCIAM-SE AS QUEDAS DA PRÓPRIA ALTURA, SEGUIDA PELOS ACIDENTES NO TRÂNSITO E/OU ATROPELAMENTOS E AGRESSÕES COMO CONSTITUINTES PRINCIPAIS DOS MECANISMOS DE TRAUMA ASSOCIADOS À HIPERTENSÃO COMO PRINCIPAL COMORBIDADE. HÁ NECESSIDADE DE ENVOLVIMENTO DA SOCIEDADE EM GERAL, ISTO INCLUI A PARTICIPAÇÃO DE PROFISSIONAIS E GESTORES, INSTITUIÇÕES FORMADORAS E ESTABELECIMENTOS DE CLASSE DA ÁREA DE SAÚDE PARA TOMAR PROVIDÊNCIAS E ESTRATÉGIAS A FIM DE REDUZIR O QUANTITATIVO DE TRAUMAS GERADOS NA POPULAÇÃO SUPRACITADA.

Veja o artigo completo: PDF