Resumo Trabalho

DIREITO E QUALIDADE DE VIDA DA PESSOA IDOSA RESIDENTE EM INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

LANIELLE DA SILVA GARDINO, YASMIM VIRTUOSO DE SOUSA, JULYA THEREZA DOS SANTOS PAIXÃO, NATÁLIA DOS SANTOS REZENDE e orientado por ROBERTA VIRTUOSO DE SOUSA e orientado por ROBERTA VIRTUOSO DE SOUSA

O crescimento da população idosa em detrimento de outros grupos etários é, atualmente, um desafio mundial, visto que, isso interfere tanto economicamente, quanto politicamente em uma nação. Por conseguinte, esse estudo teve como objetivo conscientizar idosos que vivem em Instituições de Longa Permanência sobre os seus direitos e, além disso, promover uma melhor qualidade de vida através do autocuidado, de modo a pensar sempre no resgate da autonomia dos mesmos. Utilizou-se como fundamentação o Estatuto do Idoso e as Cartas de Promoção da Saúde. A coleta de dados e informações se deu por observação participante e metodologia qualitativa, através de pesquisa-ação. O período de coleta foi de janeiro a junho de 2017. Realizou-se atividades com aproximadamente 50 idosos residentes do lar São Francisco de Assis. A análise dos dados foi realizada pela técnica de análise do discurso. Os resultados indicam que a boa qualidade de vida da pessoa idosa pode ser garantida também em ILPI´s desde que o direito do idoso seja cumprido efetivamente e que sejam desenvolvidas nesse ambiente, técnicas de promoção da saúde relacionada com hábitos saudáveis.

Veja o artigo completo: PDF