Resumo Trabalho

O PROJETO DE EXTENSÃO “ENFERMAGEM NA MELHOR IDADE/+60” NO CUIDADO À PESSOA IDOSA: RELATO DE EXPERIÊNCIA.

POLLYANA ROBERTA AGUIAR DE OLIVEIRA , YASMIM RODRIGUES NAZARIO AMORIM, KELY REGINA DA SILVA LIMA ROCHA e orientado por KELY REGINA DA SILVA LIMA ROCHA e orientado por KELY REGINA DA SILVA LIMA ROCHA

RESUMO Introdução: A transição demográfica epidemiológica vigente no Brasil tem tornado a população cada vez mais envelhecida. Diante disso, há de se esperar que as autoridades e os cursos de formação em saúde invistam nos recursos humanos a fim de que estes estejam preparados para atender às necessidades de seu público. No âmbito da formação em saúde, os projetos de extensão cumprem um papel importante nesse aspecto quando colocam o acadêmico diante da realidade das pessoas idosas que vivem em comunidades, em especial nas periferias, onde os recursos de saúde, educação, saneamento, infraestrutura, dentre outros, tardam em chegar. Objetivo: descrever a experiência vivenciada pelas graduandas de enfermagem enquanto membros do PEEMI/60+ nas ações de cuidado à pessoa idosa. Metodologia: Trata-se de um relato de experiência voltado para a experiência obtida durante o período de 2016.1.2 em oito encontros teóricos e seis encontros práticos com os idosos de uma comunidade da cidade de Maceió – AL, do bairro do Canaã. As experiências teóricas e práticas permitiram ás discentes participar das discussões que fomentaram o aprendizado sobre a pessoa idosa e o processo de senescência e senilidade pelos quais atravessam, bem como estratégias de cuidado que promovem o envelhecimento ativo com a preservação da funcionalidade e da autonomia. O estreitamento de vínculos durante esta experiencia, por meio da realização e estimulação das atividades físicas, promoção da saúde mental, com exercícios cognitivos, orientações sobre prevenção de quedas no domicílio foram significativos nos encontros e trouxeram satisfação aos idosos, estudantes e professores envolvidos. Prezou-se também pela interação social entre os idosos, com confraternizações que envolveram distribuição de brindes, música e troca de experiências. Também pode ser percebido no âmbito social dos idosos as limitações que eles apresentadas. Conclusão: Sente-se ainda a necessidade de que se expandam as discussões sobre a população idosa e sua saúde, buscando maneiras para instrumentalizar os profissionais no acolhimento, cuidado e promoção do envelhecimento ativo.

Veja o artigo completo: PDF