Resumo Trabalho

SISTEMATIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM A PESSOA IDOSA INSTITUCIONALIZADA

NATALY MAYARA CAVALCANTE GOMES, AMANDA MARIA SILVA DA CUNHA, HIULE PEREIRA DE SANTANA, ALINE COSTA CARDOSO e orientado por ELIZABETH MOURA SOARES DE SOUZA e orientado por ELIZABETH MOURA SOARES DE SOUZA

A população brasileira está envelhecimento e algumas dessas pessoas são encaminhadas para Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI), já que seus familiares não têm como assumir a responsabilidade com o cuidado das mesmas. Diante disso, o presente trabalho tem como objetivo relatar a experiência de acadêmicas de enfermagem na execução do processo de enfermagem por meio da Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) e a Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem (CIPE). A atividade foi desenvolvida em uma ILPI compondo a carga horária prática da disciplina Intervenção e Gerenciamento de Enfermagem no Processo Saúde-Doença da Pessoa Adulta e Idosa I, do quinto período do curso de graduação em Enfermagem de uma universidade pública de Maceió, durante o mês de abril de 2016. O sujeito eleito foi escolhido aleatoriamente e a coleta dos dados subjetivos e objetivos (sumário de situação), ocorreu no momento da consulta de enfermagem, no quarto do residente. Em seguida foram levantados os diagnósticos de enfermagem, resultados de enfermagem e as intervenções de enfermagem, segundo a taxonomia da CIPE versão 2.0 foi elaborado o plano de cuidados específico para o residente. Conclui-se que a pessoa idosa residente em uma ILPI necessita de cuidados de enfermagem comuns e específicos, e que o profissional deve ter como guia da sua prática profissional a SAE para garantir excelência e cientificidade à profissão.

Veja o artigo completo: PDF