Resumo Trabalho

ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO NA IMPLEMENTAÇÃO DE AÇÕES VOLTADAS PARA A PESSOA IDOSA NA ATENÇÃO PRIMÁRIA

JOSIELLY FERREIRA , DÉBORA MARIA DA SILVA XAVIER, ELIZAMA PAULA GOMES DA ROCHA, ISABELA LEMOS DA SILVA e orientado por LUIZ MIGUEL PICELLI SANCHES e orientado por LUIZ MIGUEL PICELLI SANCHES

O envelhecimento populacional é fruto de diversas mudanças que ocorreram ao longo dos anos em todo o mundo. Alterações no perfil demográfico e epidemiológico da população foram os fatores chave para que tal modificação acontecesse. Fazendo-se necessária a criação da Política Nacional da Pessoa Idosa (PNSPI), que foi criada pela portaria de nº 2.528 de 19 de outubro de 2006, visando a promoção da qualidade de vida para esta população. O objetivo deste estudo foi buscar através de uma revisão sistemática estudos que falassem da importância de uma assistência primária voltada para o público idoso, tendo como referência a Política Nacional da Pessoa Idosa (PNSPI). A presente pesquisa trata-se de uma revisão sistemática com análise qualitativa e quantitativa realizada nas bases de dados LILACS(Literatura Latino Americana e do Caribe em Ciências da Saúde) e SCIELO (Scientific Electronic Library on Line), resultando em 9 artigos selecionados de acordo com os pré-requisitos estabelecidos. Além da consulta nas bases de dados citadas anteriormente, foram utilizados materiais disponíveis em sites governamentais, bem como leis brasileiras que tivessem respaldo sobre este tema. Os descritores utilizados para a busca foram “Política Nacional do Idoso’’, “envelhecimento” e “Papel do enfermeiro”, os quais foram localizados na lista de descritores em ciências de saúde, disponível no portal da BVS. Neste estudo, observou-se que as ações realizadas pelo governo voltadas à atenção básica, não são específicas o suficiente para atender às peculiaridades resultantes do processo de envelhecimento. Em virtude disso, é de suma importância a execução de atividades direcionadas à comunidade idosa, das quais os profissionais de enfermagem devem se utilizar para promoção e manutenção da saúde. Também se faz necessário a conscientização das gestões municipais, estaduais e federais quanto à fragilidade do ato de envelhecer, para que se implemente políticas públicas mais focadas em atender às necessidades biológicas e sociais do segmento macróbio da população.

Veja o artigo completo: PDF