Resumo Trabalho

ACOLHIMENTO PSICOLÓGICO & ALÉM DAS FRONTEIRAS NO CENTRO DE CONVIVÊNCIA DA PESSOA IDOSA

GIOVANI ANDRE DA SILVA, SANDRA JÚNIA DE ASSIS DATTO

A CIDADE DE NOVA LIMA NÃO É DIFERENTE DO RESTANTE DO PAÍS. DEMANDA A NECESSIDADE DE IMPLEMENTAÇÃO DE PROJETOS PARA PROPORCIONAR MELHOR SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA À PESSOA IDOSA. ESTE TRABALHO OBJETIVA DISCUTIR CONCEPÇÕES E PRÁTICAS DE PSICÓLOGOS QUE ATUAM E ACOLHEM NO CENTRO DE CONVIVÊNCIA DA PESSOA IDOSA (CCPI) DO MUNICÍPIO, ESPECIFICAMENTE NO ÂMBITO DO ACOLHIMENTO PSICOLÓGICO DENTRO DA INSTITUIÇÃO E SUAS INTERFACES/ALÉM DAS FRONTEIRAS. É SABIDO QUE OS MODOS DE CUIDADO PRODUZIDOS NESSE CAMPO DA ESCUTA PELOS PROFISSIONAIS DA PSICOLOGIA INDICAM UMA ADESÃO A UM IDEAL DE PRODUZIR SUJEITOS AUTÔNOMOS, PRODUTIVOS, EMPODERADOS, SAUDÁVEIS E CONSCIENTES DOS SEUS DIREITOS, LOGO SE CONFIGURANDO COMO PRÁTICA NORMATIVA DENTRO DA INSTITUIÇÃO. O FOCO MAIOR DESTE PROJETO É O ACOLHIMENTO PSICOLÓGICO/ALÉM DAS FRONTEIRAS DENTRE OS DEMAIS PROJETOS QUE SE DESTACAM NO CCPI, UMA VEZ QUE FAZ DA ESCUTA UM INSTRUMENTO DO PRÓPRIO CONCEITO DA PALAVRA ACOLHIMENTO: ACOLHER, RECEBER, OFERECER, DAR ATENÇÃO E CONSIDERAÇÃO ÀQUELE QUE CHEGA, QUE BUSCA OU QUE SE INTERESSA POR UM SERVIÇO. HÁ QUESTÕES ESPECÍFICAS QUE APARECEM NOS ACOLHIMENTOS CAUSANDO SOFRIMENTO E IMPEDINDO O EQUILÍBRIO DA PESSOA IDOSA QUE JÁ SE FEZ PRESENTE, OU NÃO, EM ESPAÇOS DE CONVIVÊNCIA E QUE, NO MOMENTO, ENCONTRA-SE IMPOSSIBILITADA DE INSERÇÃO EM UM LUGAR SOCIAL. SÃO ESTAS QUESTÕES QUE FOMENTARAM A IDEIA E A NECESSIDADE DE UMA AÇÃO PONTUAL QUE VAI DE ACORDO COM O VIÉS DA ESCUTA, EM CONGRUÊNCIA À PSICOTERAPIA. ESTE ACOLHIMENTO EXTRAPOLA AS FRONTEIRAS DO CCPI E FAZ DA VISITA DOMICILIAR UMA IMPORTANTE FERRAMENTA DO ACOLHIMENTO PSICOLÓGICO.

Veja o artigo completo: PDF