Resumo Trabalho

INTERVENÇÕES INTERDISCIPLINARES NA PROMOÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS: RELATO DE EXPERIÊNCIA EM UMA ILPI FILANTRÓPICA DE SANTA CRUZ DO SUL, RS.

GÉLI BRINGMANN, FLAVIA DE MENEZES MALICHESKI, MARÍCIA BEATRIZ SIMMIANER

Diante da realidade do crescente envelhecimento populacional mundial, surge um novo desafio para sociedade: acolher e cuidar seus idosos. É notável o número de pessoas idosas que necessitam de cuidados diferenciados, prestados por profissionais qualificados com uma visão integrada. Vivemos num cenário de profundas mudanças sociais e familiares. Nesse sentido, se por um lado surgem novas formas de organização familiar, e as famílias passam a ter dificuldades para cuidar de seus idosos em virtude de novos arranjos ou por precariedade de vínculos saudáveis, por outro lado, as Instituições de Longa Permanência ganham novas competências e têm sido cada vez mais procuradas. Neste contexto, a saúde do idoso institucionalizado necessita de atenção e cuidados integrais, considerando-se a grande ocorrência de patologias e perda da autonomia. Assim, as abordagens interdisciplinares contribuem na promoção da qualidade de vida da população idosa apontando para novas práticas de saúde, configurando-se, assim, uma temática relevante na promoção do bem estar deste grupo etário. Nessa perspectiva, tem-se como objetivo relatar a experiência das intervenções interdisciplinares na promoção de qualidade de vida de idosos institucionalizados na Associação de Auxilio aos Necessitados de Santa cruz do Sul (ASAN). Através do serviço de Enfermagem, Fisioterapia, Nutrição e Psicologia, se constrói uma abordagem integrada onde as ações ocorrem por meio dos diferentes saberes profissionais, de uma forma interdisciplinar, tendo o idoso como peça central. Os resultados obtidos permitem amenizar os efeitos do envelhecimento do idoso institucionalizado, bem como tornar o cuidado integral, focando não apenas na intervenção e tratamento dos declínios provenientes do envelhecimento, mas também na promoção da qualidade de vida da pessoa idosa através de atividades atrativas e prazerosas.

Veja o artigo completo: PDF