Resumo Trabalho

GESTAÇÃO EM IDADE TARDIA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

CARLA MARIA LOPES DOS SANTOS, BRUNA SIMÕES ROMEIRO, MAYSA ARLANY DE OLIVEIRA, THAÍS CAVALCANTE SANTOS DE SOUSA e orientado por MARIA IRACEMA DA SILVA NETA e orientado por MARIA IRACEMA DA SILVA NETA

INTRODUÇÃO: Nos dias atuais, o adiamento da gestação se configura como um fato global, nos últimos anos ainda que os indicadores de nascimento permaneçam diminuindo, a idade média de gestação alonga sucessivamente. Vários motivos cooperam para isso, como o aumento da mulher no meio trabalhista, progresso das possibilidades na educação e no ramo pessoal, a evolução da medicina reproduzida no tocante a formação familiar e meios contraceptivos. OBJETIVO: o objetivo deste estudo é relatar a experiência vivenciada durante a prestação de assistência a gestantes com idade superior a 35 anos. Desse modo, pode-se ampliar o conhecimento sobre a temática e obter subsídios para pautar a assistência em saúde prestada. METODOLOGIA: Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, descritiva e de campo, baseada em relato de experiência realizado numa maternidade de Alto Risco do Vale do São Francisco, localizada em Petrolina, no sertão pernambucano. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Foi possível observar que o grupo de mulheres com gestação em idade tardia acompanhadas na Maternidade de Alto risco do Vale do São Francisco, era formada por mulheres de baixo nível socioeconômico, geralmente grande multíparas, que não planejaram esta gestação, não fazia uso de nenhum método contraceptivo ou o fazia de maneira inadequada e a maioria não desejava essa gravidez. Diferentemente de um outro grupo, que é notado bastante nas buscas em periódicos, onde as mulheres por buscarem maior independência financeira e sucesso na carreira profissional, pelo uso de métodos contraceptivos de forma adequada, e por sua maturidade, buscam uma gestação cada dia mais com idade avançada. CONCLUSÃO: Faz-se de suma importância a assistência de profissionais capacitados para atender essas mulheres, em busca de orientação e acompanhamento adequado, por meio de uma equipe multiprofissional, de um apoio familiar e que preferencialmente essa gestação seja planejada e desejada pelo casal, para que essa experiência seja vivenciada de uma forma mais saudável, humanizada e da melhor forma possível.

Veja o artigo completo: PDF