Resumo Trabalho

EDUCAÇÃO EM SAÚDE COMO INTERVENÇÃO DE SENSIBILIZAÇÃO DE IDOSOS COM DIABETES: UMA REVISÃO DA LITERATURA

PATRICIO DE ALMEIDA COSTA, DAVI AZEVEDO FERREIRA, PEDRO ITHALO FRANCISCO DA SILVA, ANDRIELLY CAVALCANTE FONSECA e orientado por MATHEUS FIGUEIREDO NOGUEIRA

O DIABETES MELLITUS (DM) É UM DISTÚRBIO METABÓLICO CRÔNICA NÃO TRANSMISSÍVEL QUE CONSISTE NO DESCONTROLE DOS NÍVEIS SÉRICOS DE GLICOSE SANGUÍNEO, LEVANDO AO ESTADO DE HIPERGLICEMIA, COMUMENTE ENCONTRADA EM IDOSOS, ASSOCIADO AOS MAUS HÁBITOS ALIMENTARES, SEDENTARISMO E ENVELHECIMENTO. ESTE TRABALHO OBJETIVOU DISCUTIR AS CONTRIBUIÇÕES DAS PRÁTICAS EDUCATIVAS DE SAÚDE NO CUIDADO AOS IDOSOS COM DIABETES MELLITUS. O ESTUDO FOI REALIZADO POR MEIO DE UMA REVISÃO DE LITERATURA, EM UM LEVANTAMENTO ELETRÔNICO, ONDE AS PRINCIPAIS FONTES UTILIZADAS FORAM A PLATAFORMAS DO LILACS E SCIELO NO PERÍODO DE 2014 A 2019. OS RESULTADOS EVIDENCIARAM A IMPORTÂNCIA DO DESENVOLVIMENTO DAS ATIVIDADES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE BEM COMO AS DIVERSAS POSSIBILIDADES DE SEU DESENVOLVIMENTO. NOS RESULTADOS E DISCUSSÕES FOI EXPOSTA A DIVERSIDADE DE PRÁTICAS EDUCATIVAS RELACIONADAS A EFICÁCIA E ADESÃO DA POPULAÇÃO, E NOTOU-SE A IMPORTÂNCIA DESSAS ATIVIDADES NA CAPACITAÇÃO DO INDIVÍDUO, PREVENÇÃO DE AGRAVOS, PROMOÇÃO DA SAÚDE BEM COMO DIMINUIÇÃO DA MORBIMORTALIDADE ASSOCIADA À DOENÇA.

Veja o artigo completo: PDF