Resumo Trabalho

ESTADO NUTRICIONAL ANTROPOMÉTRICO DE IDOSOS ATENDIDOS EM UMA CLÍNICA ESCOLA

JOAQUIM RODRIGUES DE ARAUJO, ALYNE MARIA TIBÚRCIO DA SILVA SANTOS

O PRESENTE TRABALHO TEVE POR OBJETIVO AVALIAR O ESTADO NUTRICIONAL DE IDOSO A PARTIR DE DADOS ANTROPOMÉTRICOS E SUA RELAÇÃO COM AS DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS QUE ACOMETEM TAL PÚBLICO. UM ESTUDO TRANSVERSAL QUANTITATIVO, REALIZADO COM INDIVÍDUOS DE AMBOS OS SEXOS COM IDADE IGUAL OU SUPERIOR A 60 ANOS (N=37) CADASTRADOS NA CLÍNICA ESCOLA DE FISIOTERAPIA DA FACISA/UFRN. RESULTADOS REVELARAM PREDOMÍNIO DEINDIVÍDUOS COM 60-79 ANOS, SEXO FEMININO (78,4%), 50% SÃO SOLTEIROS, DIVORCIADOS OU VIÚVOS, NO TOCANTE À CARACTERIZAÇÃO DOS DADOS ANTROPOMÉTRICOS, NOTA-SE QUE (51,4%) ENCONTRA-SE COM SOBREPESO E TRÊS IDOSOS APRESENTARAM BAIXO PESO, SEGUNDO A CIRCUNFERÊNCIA DA PANTURRILHA ADEQUAÇÃO EM 91,9% DOS IDOSOS, OU SEJA, 8,1% APRESENTAM RISCO PARA SARCOPENIA, ENTRETANTO, QUANTO ÀS MEDIDAS DA CIRCUNFERÊNCIA ABDOMINAL 81,1% DOS IDOSOS APRESENTAM RISCO MUITO ELEVADO PARA O DESENVOLVIMENTO DE DOENÇAS CRÔNICAS E METABÓLICAS. O ESTUDO FORNECE INFORMAÇÕES RELEVANTES PARA O PLANEJAMENTO E IMPLANTAÇÃO DE AÇÕES EM SAÚDE DIRECIONADAS ÁS NECESSIDADES ESPECÍFICAS DESTE SEGMENTO POPULACIONAL.RESSALTANDO-SE A NECESSIDADE DE INVESTIGAÇÕES MAIS APROFUNDADAS ACERCA DO ESTADO NUTRICIONAL DA POPULAÇÃO IDOSA CONSIDERANDO AS CONDIÇÕES CONTEXTUAIS NAS QUAIS ESTÃO INSERIDOS, E NÃO SOMENTE AVALIANDO AS MEDIDAS ANTROPOMÉTRICAS ISOLADAMENTE, PARA UMA MELHOR COMPREENSÃO DOS FATORES DETERMINANTES DO ESTADO NUTRICIONAL DE IDOSOS, QUE ESTÁ DIRETAMENTE RELACIONADO À ALTA PREVALÊNCIA DE DCNT.

Veja o artigo completo: PDF