Resumo Trabalho

VIVÊNCIAS EM UMA INSTITUIÇÃO DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS: EXPERIÊNCIA DE ACADÊMICOS DE ENFERMAGEM

TAYNÁ DA SILVA BRITO , ALISON DE OLIVEIRA SILVA, DHÉBORA RHANNY RIBEIRO ESCOREL BARROS, JOSÉ ANTONIO DA SILVA JÚNIOR e orientado por ANA CLAUDIA TORRES DE MEDEIROS e orientado por ANA CLAUDIA TORRES DE MEDEIROS

Introdução: A população mundial tem passado por um momento de transição demográfica importante onde há o crescimento da expectativa de vida e diminuição da taxa de natalidade. Projeta-se que para o ano de 2030 no Brasil a população acima de 60 anos corresponderá a 13,44% do total de habitantes no país. Já no estado da Paraíba, projeta-se para o mesmo ano que essa população atingirá o número de 11,90% da população paraibana. Nesse sentido, as Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI) tornam-se alvos de discussões sobre a assistência que é prestada a essa população. A enfermagem aplicada na ILPI tem como objetivo a atenção à saúde dentro do atendimento que vise o cuidado da pessoa idosa como um ser biopsicossocial e espiritual. O objetivo desse estudo foi descrever a vivência de acadêmicos do curso de graduação em Enfermagem em uma ILPI e como ela pode influenciar às suas práticas e conhecimentos. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo, com abordagem qualitativa, do tipo relato de experiência. Foi desenvolvido com base na vivência dos acadêmicos do curso de graduação em Enfermagem, em uma ILPI, durante o estágio relacionado à disciplina Saúde do Idoso, da Universidade Federal de Campina Grande do campus de Campina Grande-PB. Resultados e discussão: A descrição das vivências foi realizada a partir da divisão pelos dias de visitação. O primeiro dia de visitação foi reservado para que os acadêmicos conhecessem as instalações da ILPI e a realização das primeiras interações dos mesmos com os idosos. Para o segundo momento de visitação foi preparado um momento acolhedor e descontraído para os idosos com a utilização de músicas. Conclusão: A partir da experiência relatada, os acadêmicos puderam perceber a importância de ter essas vivências ainda dentro da formação, enquanto alunos do curso de graduação, pois, traz a realidade que os mesmos vão estar inseridos em um futuro bem próximo como profissionais.

Veja o artigo completo: PDF