Resumo Trabalho

SEXUALIDADE PARA ALÉM DO NORMATIVO: DIÁLOGOS SOBRE QUALIDADE DE VIDA NA VELHICE

MIKAEL LIMA BRASIL, RAYANE SUELLEN PEREIRA DE ALBUQUERQUE SANTOS e orientado por RAFAELLA MIRANDA MACHADO e orientado por RAFAELLA MIRANDA MACHADO

No tocante a atividades educativas para idosos, salienta-se que as ações de educação têm muito a contribuir para sua qualidade de vida, pois estes necessitam de estímulos pelos profissionais de saúde a manter uma vida independente, adaptando-se da melhor maneira possível às modificações exigidas pelo ciclo vital. Logo, a pertinência deste trabalho configura-se na troca de saberes experimentada durante a realização de atividades educativas abordando a temática sexualidade em serviços de saúde na atenção básica. Sendo assim, pretende-se refletir as práticas de educação em saúde no contexto do envelhecimento com enfoque na sexualidade a partir da educação popular. Para tanto, desenvolveu-se uma experiência vivida na graduação em enfermagem da Universidade Federal de Campina Grande-UFCG em aulas do componente curricular saúde do idoso, momento que possibilitou a realização de atividades educativas no âmbito da atenção básica em saúde abordando a sexualidade de pessoas idosas, tomando como referencial problematizador e fundante de diálogo a Educação Popular. Assim, a educação popular em saúde surge no cenário dos serviços de saúde do Sistema Único de Saúde como uma estratégia que pode ser incorporada nos cursos de graduação de todos os profissionais de saúde a fim de servir como ferramenta que deve ser compartilhada e problematizada nas vivências e enfrentamentos dos problemas de saúde e na busca de entendimento dos determinantes das questões sociais mais importantes. Dessa forma, verificou-se o surgimento da sexualidade como tema gerador dos diálogos, havendo interesse dos participantes sobre a temática, bem como preocupação de usuários e usuárias com seus parceiros e infecções sexualmente transmissíveis. Também apareceram nos diálogos a exposição de questionamentos sobre prevenção de cânceres de mama e próstata. Portanto, conclui-se que a conexão entre as temáticas Sexualidade e Envelhecimento faz parte de um limiar condizente com um modelo o qual se configura como um prisma de inovações, conceitos, ideias difundidas e conhecimentos capazes de construir caminhos por diversas áreas do conhecimento, fomentando uma real compreensão de Saúde e Educação como itens fundamentais para a qualidade de vida, sendo a sexualidade encarada como fator importante para o seu alcance.

Veja o artigo completo: PDF