Resumo Trabalho

A CONTRIBUIÇÃO DA DISCIPLINA ELETIVA DE PSICOGERONTOLOGIA NA FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

ITALO HENRIQUE OLIVEIRA SANTANA, AMANDA DAIREL BRAGA e orientado por SANDRA LOPES CAVALCANTI e orientado por SANDRA LOPES CAVALCANTI

Introdução: O intuito deste relato é analisar como o crescimento da população idosa pode influenciar e modificar a trajetória do ensino superior dentro da área da saúde. Em meio a tal contexto há nítida necessidade de serem feitas mudanças em prol de um cuidado mais integral e profundo, englobando os diversos âmbitos que integram o processo do envelhecer. O estudo aqui apresentado tem caráter descritivo e traduz o relato de experiência de discentes. Metodologia: O presente relato foi desenvolvido tendo como base o relato e as impressões dos discentes que participaram das atividades teóricas e práticas vivenciadas pelos alunos que cursaram a primeira turma da disciplina eletiva de Psicogerontologia, ofertada pela Universidade Federal de Alagoas, no semestre letivo 2016.2. Resultados e Discussão: A análise da relevância da disciplina no meio acadêmico se mostrou de grande valia em meio aos alunos que a cursaram. Isso porque houve a possibilidade de se compartilhar e crescer por meio de discussões entre cursos de visões distintas. Além dos benefícios da multidisciplinaridade notou-se também o nascimento de uma nova visão em relação ao envelhecimento, tendo em vista seu caráter natural do curso de vida, além de englobar todas as fragilidades e desafios que percorrem o caminho da senescência. Paralelamente aos fatos citados, houve convergência de opinião entre os discentes da disciplina quando se trata de crescimento pessoal e profissional, possibilitado pelas aulas ministradas e discussões proporcionadas. Conclusão: Sendo assim, observa-se o notável destaque de uma abordagem integral e empática quando se trata do assunto envelhecimento. A criação de um olhar de compaixão e cuidado integral, dos profissionais da saúde, em relação ao idoso irá refletir na qualidade de vida de uma população que caminha envelhecendo. Infere-se que se faz necessário a inserção de um modelo de ensino superior que dê maior importância ao estudo do envelhecimento, em todas as suas esferas. Dentro desse caminho pode-se enxergar a Psicogerontologia como um grande passo no avanço do estudo da senescência e no progresso do tratamento médico-assistencial destinado ao público dos idosos.

Veja o artigo completo: PDF